Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Essencial Tipo... Você!

4 dicas para evitar o mau hálito

Publicado em

O mau hálito, também conhecido como halitose, é um problema que acomete aproximadamente 1 em cada 4 adultos e pode causar diversos problemas para a autoestima do paciente, bem como para a qualidade de vida e para as relações sociais.

Ainda que esta não seja uma doença, o mau hálito é um sintoma que indica que há algo de errado com o organismo ou com a saúde bucal. 

Assim, ele pode ser originado por mais de 40 possíveis problemas, que variam entre doenças gástricas até patologias sistêmicas, como a diabetes.

Continua depois da publicidade

No entanto, acredita-se que cerca de 75% dos casos estejam relacionados com enfermidades orais, como a xerostomia, a gengivite ou a periodontia. 

Isso porque as ações bacterianas bucais causam infecções nos tecidos e a produção de ácidos que deixam a boca com mau cheiro.

Essas inflamações podem provocar problemas sérios na saúde geral do paciente e ainda ser a principal causa da perda dentária e o comprometimento de intervenções odontológicas, como as lentes de contato de porcelana.

Por isso, é fundamental compreender qual é a causa exata para o mau hálito e como é possível impedir que esse problema volte a provocar desconfortos durante as interações sociais.

4 dicas de como evitar o mau hálito

Estima-se que a cavidade bucal seja a casa de mais de 6 bilhões de microrganismos que variam entre bactérias, vírus e fungos, sendo que esses organismos são divididos em mais de 700 espécies distintas que são essenciais para o processo de digestão e para defender o corpo.

No entanto, quando os processos de higienização não são adequados, pode haver um desequilíbrio no desenvolvimento de algumas espécies que passam a formar uma película transparente e pegajosa ao redor dos dentes (placa bacteriana), produzindo ácidos sulfurosos que causam o mau cheiro.  

Assim, é preciso compreender melhor como é possível evitar essas ocorrências.

Realize uma higienização bucal completa

Acredita-se que a placa bacteriana comece a ser formada cerca de quatro horas após a última escovação e o tártaro entre 24 e 72 horas após o acúmulo da placa. 

Por isso, para impedir que essas formações sejam a causa do mau hálito, a limpeza da cavidade bucal é fundamental.

Assim, é necessário realizar a escovação dos dentes e do aparelho dental invisível após, ao menos, 30 minutos desde a última refeição. Esse passo é tão importante quanto obter informações como aparelho dentário transparente preço com seu dentista.

Em seguida, é essencial o uso do fio dental para a remoção das bactérias que ficam acumuladas no sulco gengival, causando a inflamação.

É ainda recomendável o bochecho com enxaguantes bucais para complementar a limpeza e ajudar a tratar problemas com sensibilidade e o combate às cáries. 

No entanto, vale lembrar de nunca utilizar esse tipo de enxaguante com álcool para limpar o aparelho invisivel móvel.

Não esqueça de escovar a língua

A língua possui uma superfície rugosa repleta de depressões chamadas de papilas. Essas estruturas são excelentes locais para possibilitar a formação de colônias bacterianas, que posteriormente formam o biofilme dental e provocam a halitose.

Por isso, tão importante quanto a escovação dos dentes três vezes ao dia, é a higienização da língua que deve ser feita com o auxílio de uma escova e creme dental ou com a ajuda de um raspador lingual. O mais essencial é remover toda a saburra depositada na língua.

Mantenha-se hidratado

A xerostomia, ou sensação de boca seca, pode ser causada pela desidratação, idade, problemas sistêmicos de saúde – como a diabetes – ou, ainda, como efeito colateral de algum remédio anti-histamínico ou antidepressivo.

Desta forma, é fundamental que o paciente se mantenha hidratado bebendo água com grande frequência para manter o controle das bactérias. 

A saliva é essencial para proteger os dentes e limpar a boca, e beber água ajuda a estimular essa produção salivar.

Faça consultas odontológicas com frequência

As consultas com o dentista são necessárias para a realização de tratamentos cosméticos, como a aplicação das facetas em porcelana, mas também para a limpeza profunda das estruturas dentárias e para a identificação precoce de doenças infecciosas.

Assim, é recomendado que todos os pacientes façam ao menos uma consulta a cada seis meses com um profissional de confiança, para a aplicação do flúor e para que este dentista consiga identificar e tratar a fonte do mau hálito.

É possível também fazer procedimentos e comparar resultados como as facetas de porcelana antes e depois, juntamente com outras intervenções que deixam o sorriso ainda mais bonito.

Como a falta de tratamento pode acarretar em graves doenças

Como a produção salivar é reduzida durante o sono, é comum que acordemos com um pouco de halitose. No entanto, como dito anteriormente, esse problema pode ser apenas um sintoma de que existe algo errado no organismo, e o tratamento é fundamental.

Isso porque, se a causa do mau cheiro bucal for relacionado com as doenças periodontais, essa doença pode se agravar comprometendo a integridade dental e ainda afetando o sistema circulatório, espalhando as bactérias bucais para todos os órgãos e causando:

  • Doenças respiratórias;
  • Enfermidades cardiovasculares;
  • Problemas gastrointestinais;
  • Infecções nas articulações;
  • Propensão a doenças degenerativas, entre outras.

Mas, o mau hálito também pode ser um sinal de que o metabolismo do seu corpo não está funcionando corretamente ou de que existem infecções em outras áreas, como nos seios faciais ou nas amígdalas. 

Por isso, tão importante quanto consultar o seu dentista regularmente e realizar o orçamento de procedimentos como o aparelho de porcelana preço é tão importante quanto tratar o mau hálito.

Assim, as avaliações de rotina devem ser feitas e todos esses problemas precisam ser curados para evitar danos severos à saúde e ao bem-estar dos pacientes.

*Com informação da assessoria

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em