Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Quais são os benefícios da hidroterapia?

A água é um meio com propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e relaxantes. Conheça as vantagens da hidroterapia como método de reabilitação.

Publicado em

A hidroterapia se tornou mais uma opção terapêutica dentro do arsenal dos profissionais da saúde. Os benefícios da hidroterapia são evidentes e importantes e, para certos tipos de patologias, as suas características são excelentes.

A seguir, veremos em que exatamente esta técnica se baseia, bem como quais são os seus benefícios mais importantes. Dessa forma, se ela surgir como uma alternativa caso você tenha uma lesão, você saberá o que vai encontrar.

O que é a hidroterapia?

Conforme o próprio nome sugere, a hidroterapia se baseia no uso da água como um meio para a reabilitação. Mais especificamente, o paciente é posicionado em uma piscina e, a partir de então, realiza diversos exercícios e movimentos,de acordo com a patologia.

Continua depois da publicidade

Uma vez que o corpo estará dentro da água, primeiramente devemos levar em consideração as condições de trabalho nesse ambiente para entender os benefícios da hidroterapia.

Por um lado, é preciso considerar a temperatura da água. É importante que a temperatura seja confortável para o paciente, de preferência nem fria nem muito quente, mas sim um meio termo.

Leia também: Hortelã, aliada na boa digestão e no combate ao resfriado

Por outro lado, também trabalhamos com a pressão hidrostática, que é a pressão ou força que a água exerce sobre todas as partes do corpo que estão submersas.

Da mesma forma, também é fundamental o efeito da microgravidade. Todos nós sabemos que, dentro da água, é como se a pessoa estivesse flutuando. Assim, parte da ação da gravidade é eliminada e, portanto, a pressão aplicada nas articulações e demais estruturas é reduzida.

Existem também outras formas de hidroterapia, como as duchas ou jatos. Nesses casos, o objetivo é atuar sobre uma área específica, geralmente através do relaxamento produzido pela aplicação de uma espécie de massagem com água mais quente, ou ainda favorecendo a circulação com duchas que passam várias vezes da água fria para a água quente.

No entanto, a seguir, vamos falar sobre os benefícios do tipo de hidroterapia que se baseia na imersão de grande parte do corpo na água e no exercício, conforme explicado em uma publicação na revista Fisioterapia. Por meio dessa revisão, você notará que esta é uma técnica muito conveniente.

Os benefícios da hidroterapia

Benefícios da hidroterapia

Já detalhamos o tipo de hidroterapia da qual vamos falar e sabemos as principais condições que são proporcionadas pela água. Portanto, veremos quais são os seus efeitos positivos para a reabilitação de um paciente.

Em primeiro lugar, devemos falar sobre a temperatura. Ter o corpo em temperatura adequada favorece a elasticidade muscular e o relaxamento. Portanto, o primeiro benefício é contar com um auxílio para que os músculos fiquem em boas condições para trabalhar.

O segundo ponto é a pressão hidrostática. Esse fenômeno aplica uma espécie de pequena massagem nas células.

Conforme nos movemos, a quantidade de pressão sobre as diferentes estruturas varia, oferecendo assim uma espécie de massagem sobre elas. Esse efeito também ajudará a reduzir a inflamação e a reabsorver hematomas.

A terceira parte positiva é a resistência que a água oferece ao movimento. Essa resistência permite trabalhar grandes grupos musculares do corpo simplesmente caminhando.

Sempre que fazemos qualquer movimento na água, estamos fazendo mais força do que se estivéssemos no ambiente terrestre. Isso pode ser notado, por exemplo, ao nadar.

Em quarto lugar está o fato de que o profissional da saúde pode nos ajudar em todos os níveis. Ou seja, essa outra pessoa pode oferecer resistência por baixo, por cima, por trás ou em um membro específico, entre outras alternativas.

Na piscina, será mais fácil para o profissional se movimentar ao redor do paciente e realizar o seu trabalho.

Além disso, se o objetivo for o relaxamento, existem técnicas de hidroterapia nas quais o profissional segura o paciente abaixo dos joelhos e abaixo do pescoço e o movimenta ritmicamente de um lado para o outro.

Microgravidade

Para este recurso, vamos abrir uma seção separada, uma vez que há partes boas e ruins. Essencialmente, a microgravidade da água faz com que não seja necessário colocar pressão sobre as articulações, e também não é preciso fazer esforço para ficar em pé ou ter uma boa postura.

Os benefícios da hidroterapia

Em geral, quando estamos nos recuperando de uma lesão traumática, isso é positivo, pois devemos treinar os músculos antes de suportar o peso. A água é perfeita para isso, pois podemos fazer extensas mobilizações ativas e passivas sem comprometer a articulação.

Porém, é essa pressão a que normalmente somos submetidos que faz com que as cápsulas articulares trabalhem, o líquido sinovial se renove, as células ósseas velhas sejam reabsorvidas e novas sejam geradas. Ou seja, há todo um conjunto de elementos que não são trabalhados na água.

Portanto, para uma lesão na qual as articulações não sofreram danos e se deseja o retorno à vida normal o mais rápido possível, o especialista pode optar por outras alternativas ao invés da hidroterapia.

Um método eficaz

Dito isso, vemos que em geral existem cinco grandes benefícios da hidroterapia. Conforme explicado em um estudo publicado na revista Medicina Naturistase tivermos passado por uma cirurgia no joelho ou no quadril ou se tivermos problemas de compressão na coluna, será muito útil fazer parte da reabilitação na água.

Em resumo, se um profissional perceber que esta é uma boa opção para você, não hesite e aproveite. A hidroterapia será uma das partes mais divertidas da reabilitação!

Por: Fitpeople

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em