Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

90% das maiores cidades que receberam “kit Covid” tiveram taxa de mortalidade mais alta

Publicado em

Dos dez municípios com mais de 100 mil habitantes que distribuíram um “kit Covid” com medicamentos sem eficácia comprovada para tratamento precoce contra o novo coronavírus, nove tiveram uma taxa de mortalidade mais alta que a média estadual.

Leia Também: Cinco dicas para manter a qualidade de vida no home office

O uso dos medicamentos hidroxicloroquina e ivermectina contra a Covid-19 é defendido pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo Ministério da Saúde. O levantamento foi feito pelo colunista Diogo Schelp, do UOL, baseado em dados do Ministério da Saúde.

Continua depois da publicidade

A única exceção para este dado é Parintins (AM) que teve uma taxa de mortalidade 1,3% menor que a média do estado do Amazona e a maior diferença foi registrada em Itajaí, em Santa Catarina, que teve uma taxa 58% mais alta que a média do estado.

Os dados comprovam que o “tratamento precoce” não ajudou a salvar vidas.

Video: Vacina CoronaVac começa a ser distribuída para todo o Brasil (Dailymotion)

Diversas entidades médicas como a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) se posicionam contra o uso de medicamentos sem a eficácia comprovada.

Por: MSN

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em