Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Metáfora da verdadeira Felicidade!

Publicado em

A felicidade é como uma borboleta, quanto mais você corre atrás dela, mais ela se afasta de você. Um dia você se distrai e ela pousa em seu ombro.” Autoria desconhecida.

Entendo que a verdadeira felicidade habita nossa essência, nosso Ser, no entanto, diante de algumas experiências de vida, quando nossa consistência e permanência na fé, está sendo colocada a prova, não nos dando conta que o próximo degrau da nossa evolução se aproxima, nos distanciamos deste Ser, desta verdadeira essência.

Continua depois da publicidade

Para que essa borboleta, a verdadeira felicidade, volte a habitar nosso ser, é essencial que nosso jardim permaneça sempre florido.

– Você faz ideia de qual flor mais atrai as borboletas da felicidade para o seu jardim da alma?

– A flor do AMOR TOTAL.

– E você sabe qual é o aroma preferido por esta espécie de borboletas?

– O aroma essencial da GRATIDÃO.

Um jardim que exala GRATIDÃO, atrai FELICIDADE.

“Mas nem tudo num jardim, são flores.”

E para que esta flor do AMOR, floresça lindamente no jardim de sua alma, você precisa cultivá-la, fazendo uso constante da prática do PERDÃO.

Somente com cuidados diários, evitando que ervas daninhas como: a nefasta mágoa, o maléfico ressentimento, o infeccioso rancor, o maldito ódio, sufoquem a flor do AMOR.

Com a flor do AMOR livre e florescendo à luz do PERDÃO, exalando o perfume da GRATIDÃO, seu jardim estará irresistível à BORBOLETA DA VERDADEIRA FELICIDADE.

Além de ser o mata matos do seu jardim, o PERDÃO funciona como o limpeza pesada, o Ajax da alma.

É necessário e saudável que tenhamos como prática diária: uma faxina na nossa mente inconsciente, através da reflexão necessária para arrumar e organizar o que precisa ser arrumado e organizado. Para consertar o que necessita ser reparado e descartar todo o lixo desnecessário.

Um jardim perfumado, atrai borboletas.

Uma alma arejada, atrai a paz que excede todo entendimento.

A verdadeira felicidade habita nossa essência.

É natural, nesta existência, que tenhamos momentos tristes, porque a alegria é um estado emocional.

A dor é inevitável, é a FORTALEZA batendo à nossa porta. Mas o sofrimento é opcional.

A prática constante do PERDÃO, do AMOR, e da GRATIDÃO, aceleram o processo de cura necessário em qualquer ferida.

Plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.” William Shakespeare.

Leia também: Como você lida com as suas emoções?

Por: José Eduardo Tófoli

Autor do livro “O que te impede de Viver Feliz?” e “Farol da Sabedoria.”
Youtube: JOSÉ EDUARDO TÓFOLI
Instagram: @joseeduardotofoli

 

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em
X