Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Instagram adiciona mapa de Stories e proteções aos usuários

Publicado em

No mesmo dia do aniversário de dez anos do Instagram, a rede social começa a liberar um novo recurso que permite ver num mapa os locais de seus stories.

A novidade chega junto de outra que pode ser polêmica por exibir um alerta em algumas contas com suspeita de controle pelo Estado.

Começando pelo lado apenas positivo, o Instagram trocou a interface da área onde ficam arquivados os stories publicados pelo usuário.

Continua depois da publicidade

Leia também: iPhone 12 será lançado pela Apple em 13 de outubro

O local preserva todos os vídeos curtos criados desde dezembro de 2017 e não pode ser acessado por terceiros. A nova ferramenta divide o arquivo em três partes, sendo o primeiro exatamente o mesmo que já existia, com os stories listados em fila.

O segundo é um calendário para exibir os dias com stories publicados. Já o terceiro é mais completo e limitado ao mesmo tempo, pois ele mostra um mapa para o usuário ver onde cada vídeo curto com duração de 24 horas foi feito.

O recurso lembra o mapa de fotos do Google Fotos , mas é limitado por exibir apenas stories que contam com stickers de localização – sem o sticker, nada aparece.

Instagram

Parece chato, mas a exigência da marcação do local faz sentido já que é possível publicar um vídeo antigo e quando o usuário já está em outro local – lembra dos stories com #tbt?

Transparência e ferramenta anti-bullying no Instagram

A segunda parte deste artigo pode conter traços de polêmica para algumas pessoas. A primeira novidade é que o Instagram começou a identificar, com um selo, contas que são suspeitas de ter controle total ou parcial pelo Estado.

O alerta é feito manualmente, com um aviso logo abaixo do nome do perfil, dentro da página Sobre.

“O Instagram define a ‘mídia controlada pelo estado’ como meios de comunicação que a plataforma acredita estar parcial ou totalmente sob o controle editorial do governo correspondente, com base em sua própria pesquisa e avaliação em relação a um conjunto desenvolvido de critérios para esse fim”, diz a rede social em uma página de suporte.

A empresa complementa: “O Instagram busca identificar essas organizações usando nossa definição e nossos padrões para analisar as informações disponíveis sobre a propriedade, a governança e as fontes de financiamento, além de processos que possam garantir a independência editorial”.

rede social afirma que o rótulo pode ser contestado pela empresa que o recebeu e, mesmo com a afirmação de que ele aparece globalmente e com a página de suporte em português brasileiro, eu não consegui encontrar estes perfis com os avisos.

Segundo o jornalista Casey Michel, contas como @redfishstream, @inthenow e @soapboxstand receberam o selo por suposta ligação com o governo da Rússia.

A segunda novidade desta parte tem o bullying como alvo. A rede social passará a esconder alguns comentários que foram reportados.

Além disso, o Instagram oculta comentários vindos de uma conta que já foi denunciada, e que tenta postar algo indevido novamente. A empresa vê se o novo comentário tem partes parecidas com o que foi reportado anteriormente.

Fonte: iG 

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em
X