Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Ecoturismo deve ser tendência em 2021; Confira alguns destinos

Bonito e Chapada Diamantina estão entre os indicados aos brasileiros que buscam mais contato com a natureza e sem aglomerações

Publicado em

O ecoturismo dentro do país será uma tendência para 2021 depois de uma drástica mudança nos hábito dos turista, segundo uma pesquisa que monitorou o volume de buscas e de venda de passagens aéreas nacionais durante o ano passado e no começo deste ano.

As viagens ecológicas se destacaram por ser uma alternativa mais segura aos brasileiros durante o período de pandemia.

De acordo com o levantamento da agência online de turismo ViajaNet, o Brasil é um dos principais países no ranking de ecoturismo, que atrai viajantes que buscam por dias de descanso longe de casa e com segurança.

Continua depois da publicidade

Desde outubro de 2020, a agência observou que as viagens mais rápidas, isoladas e ecológicas , dentro do país, têm sido algumas das grandes mudanças de rota dos brasileiros.

De janeiro a novembro de 2020, 85,16% das compras de passagens foram para destinos dentro do país .

Além disso, em média, 35,4% dos brasileiros que viajaram entre o mesmo período têm entre 25 e 34 anos. Em seguida, os turistas com 18 a 24 anos concentram 21,3% do total. Pessoas acima de 55 anos representaram apenas 14,7%.

Para Gustavo Mariotto, head of marketing da empresa, essa tendência deve permanecer ao longo deste ano.

“Além de priorizar medidas sanitárias, o consumidor tem buscado por viagens com propostas mais sustentáveis e ambientais, e o nosso país se destaca nesse quesito. Devido ao receio em realizar viagens internacionais, a previsão é que o turismo nacional continue crescendo durante o ano, se adaptando, pelo menos por enquanto, para a nova realidade”, analisa.

Confira seis destinos que a agência destacou para a prática de ecoturismo:

Bonito, MS

Gruta do Lago Azul em Bonito, Mato Grosso do Sul – Foto: Shutterstock

No Mato Grosso do Sul, a cidade é cheia de atrações naturais, como o Rio da Prata, de água transparente. O mergulho proporciona visibilidade quase total dos peixes. Bonito também tem grutas que deixam o roteiro do turista simplesmente incrível, como a Gruta do Lago Azul. O Abismo Anhumas oferece opções para quem gosta de esportes radicais.

A cidade tem atrações muito populares entre os turistas como o passeio de bote pelo rio Formoso, flutuação no aquário natural, visitar a maior cachoeira do Mato Grosso do Sul, a Boca da Onça, que tem 156 metros de altura e  a Serra da Bodoquena.

Chapada Diamantina, BA

Parques nacionais imperdíveis: a Chapada da Diamantina marca presença pelo Brasil com seus cânions e cachoeiras – Foto: Gleidson Santos/MTUR

No interior da Bahia, o lugar reúne paisagens como o Morro do Pai Inácio, o Poço Azul, a Cachoeira do Sossego e a Cachoeira da Fumaça. Os visitantes podem aproveitar as diversas atividades que propicia a natureza da região, como o trekkings, passeios de barco, canoa, carro ou bicicleta, cavalgadas, escalada, rappel, tirolesa e cave jump.

Para quem tem espírito mais calmo, o local também oferece a oportunidade de conhecer a fauna, com direito à observação de beija-flores, papagaios, periquitos, lagartos e até suçuarana. Em relação à flora, o destaque fica por conta das orquídeas, bromélias e cactos.

A exuberante Cachoeira da Fumaça, que despenca de um paredão de 400 metros de altura, é um dos pontos que o turista não pode deixar de ver. Para quem tiver mais fôlego e coragem, vale acampa na Serra do Veneno e na Cachoeira do Palmital.

Chapada dos Veadeiros, GO

Vale da Lua, formações rochosas – Foto: Márcio Masulino/CidadeeCultura

Declarada Patrimônio Mundial Natural, a Chapada dos Veadeiros atrai seus turistas pelas belas paisagens e trilhas ecológicas no meio de Goiás.

O lugar é conhecido pelos deslumbrantes desfiladeiros e formações de cristais de quartzo. Um dos lugares famosos na região da Chapada é o Vale da Lua, o leito de um rio com formações de pedras que lembram a superfície lunar.

O Parque Nacional é um recanto de belezas naturais e inesquecíveis paisagens que foi criado pelo ex-presidente Juscelino Kubitschek, em 1961, e ocupa uma área de 236.570 hectares.

As cachoeiras são simplesmente deslumbrantes, como a Almécega, que exige uma caminhada um pouco puxada dos aventureiros, mas compensa o esforço com uma paisagem de encher os olhos. Há, ainda, a Cachoeira São Bento e Carioquinhas que estão no roteiro de qualquer viajante.

Para aqueles que gostam de caminhadas, a trilha ecológica, por exemplo, é feita em um cenário cheio de vegetação nativa, onde as pessoas podem observar pássaros, insetos e muitas belas paisagens da região.

Foz do Iguaçu, PR

Foz do Iguaçu, no Paraná – Foto: Shutterstock

O sul do país abriga um dos patrimônios naturais mais conhecidos no mundo inteiro. Trata-se das Cataratas do Iguaçu, que é a atração principal de Foz do Iguaçu. Também tem o Parque das Aves, o Marco das Três Fronteiras, onde é possível ver o encontro de Brasil, Paraguai e Argentina, e a usina hidrelétrica de Itaipu.

Já a visita ao Parque Nacional do Iguaçu é, sem dúvida, a grande atração do destino e parada obrigatória. Para explorá-lo há basicamente três formas: caminhando, de helicóptero e de barco. A escolha varia de acordo com o tempo da viagem, o orçamento e a disposição de cada um.

Para ter um contato mais intenso com as águas, o passeio de barco é emocionante e molhado. O Macuco Safari começa com um trajeto pela mata em uma carretilha elétrica e uma curta trilha a pé até o cais de embarque.

Se o roteiro começa calmo, as manobras do barco garantem a adrenalina e o banho gelado é garantido ao chegar bem perto de algumas quedas.

Brotas, SP

Rafting em Brotas – Foto: Divulgação/Secretaria de Turismo de Brotas

Brotas oferece diversas opções para os apreciadores do ecoturismo e dos esportes radicais. Conhecida como a Capital Nacional do Turismo de Aventura, o lugar é referência quando o assunto é atividades ao ar livre.

A cidade é cortada pelo rio Jacaré-Pepira, um dos mais limpos do estado de São Paulo, e as paisagens tornam os passeios em Brotas ainda mais encantadores.

Vá ao Ecoparque Cassorova para fazer trilha e conhecer as cachoeiras Cassorova e Quatis. A primeira, eleita a mais bonita de São Paulo, tem 60 metros de queda e conta com 300 metros de trilha para acesso.

Já a segunda é acessada por uma trilha mais extensa, que possui 1,3 km em meio à mata. Lá também o turista encontra a ponte suspensa, uma estrutura que propicia uma vista privilegiada da Cachoeira Cassorova e de todo o vale.

Uma das principais atrações de Brotas, sem dúvida, é o rafting no rio Jacaré-Pepira. Várias operadoras oferecem esse tipo de atividade, que é uma das mais famosas de Brotas.

Jalapão, TO

Piscina natural no Japalão – Foto: Shutterstock

Com belíssimas águas cristalinas, o Jalapão, localizado em Tocantins, também conta com dunas, falésias e plantações de capim dourado, usados no artesanato regional. É possível fazer tours guiados (para não se perder no parque), praticar atividades como rafting e passear por cachoeiras e serras.

O local tem belíssimos os fervedouros com água cristalina, além de dunas, falésias e plantações de capim dourado, usados no artesanato regional. É possível pode fazer tours guiados (para não se perder no parque), praticar atividades como rafting e passear por cachoeiras e serras.

Na Ponte Alta do Tocantins, você encontra o Cânion Sussuapara, que tem uma pequena cachoeira onde os turistas mais corajosos aproveitam para tomar um banho refrescante, e a Pedra Furada, que é um bloco de arenito com um buraco causado por erosão que lembra um portal.

O pôr do sol dali é uma das atrações do Jalapão, e este local é comumente procurado pelos turistas que querem apreciar o entardecer emoldurado pela rocha.

Na região de Mateiros estão as dunas, os fervedouros e a Cachoeira da Velha, que tem uma queda d’água de mais de 100 metros de largura e 25 metros de altura, sendo uma das mais imponentes da região.

Por: IG

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em