Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Ainda dá tempo…

Publicado em

Qual o motivo de existir diferenças entre as pessoas? Onde está a razão ou o momento em que nos tornamos por exemplo: amáveis ou agressivos? Pacientes ou ansiosos?

O ser humano desde os primeiros dias de vida, sofre influência na sua “formação”, seja na personalidade, na educação ou fisicamente.

Daí surge o “molde” que formatará características que você levará consigo para sempre.

Continua depois da publicidade

Principalmente na infância o afeto é necessário para a formação e desenvolvimento do equilíbrio emocional, quem não teve carinho quando criança provavelmente experimentará em outra fase da vida, ele é muito importante para o convívio social.

Imagem: Reprodução

Aqueles que tiveram carinho, cumplicidade, sorrisos, apreciação, toque na pele, pais presentes, a delicadeza do convívio familiar harmonioso, provavelmente percebem o mundo de uma maneira mais empática.

Leia também: A beleza de si mesmo

O que pode ser mais importante do que o afeto? a compreensão ou o carinho propriamente dito? Nós humanos precisamos amar e ser amados. Concorda?

Amar significa interagir e transformar a nós mesmos, sem cobrar o outro, sem esperar nada em troca, o amor é um “valor” de pagamento e não de cobrança.

Imagem: Reprodução

Temos exemplos de grandes nomes que amaram sem esperar nada em troca:
Jesus Cristo, Madre Tereza, Francisco de Assis e tantos outros seres de luz que amaram a humanidade muito mais do que a sua própria existência.

Quando conseguimos bens ou coisas materiais não estamos comprando junto a felicidade.

Somos tomados por impulsos de consumismos onde acreditamos que o fato de comprar objetos, poderá encontrar nele o conforto da alma ou da emoção.

Imagem: Reprodução

Muito pelo contrário, o consumo se confunde na maioria das vezes com apenas o desejo de ter, e essa posse em algum momento, poderá trazer o vazio da não conquista da alegria.

Por outro lado, sejamos realistas, o amor e a felicidade não pagam as contas não é mesmo?

Gostaria de deixar uma diferença entre fundamental e essencial para que você consiga perceber o real valor das coisas:

O dinheiro é fundamental para nossa sobrevivência, seja para alimentação, saúde, transporte, estudos, lazer e tantas outras coisas que o dinheiro poderá comprar, pois bem, isso é fundamental.

Imagem: Reprodução

Existe outra perspectiva chamada essencial: o seu “lar” seu “sono tranquilo” sua harmonia familiar e tudo que diz respeito a aspectos emocionais ou afetivos, não podem ser negociados, são livres de marcas, conceitos e diretrizes que somente o fator financeiro jamais poderá comprar, haja vista, tantas pessoas que ficaram doentes para ganhar dinheiro e que não conseguirão comprar sua saúde e vitalidade de volta.

Encare a vida com a possibilidade de colocar um pouco mais da proporção amor, deste modo, levará mais felicidade ao mundo e indo em direção a sua própria morada, VOCÊ!

Por: Júnior Uchôa 

Sobre o Autor: Graduado em Administração, com MBA em Gestão Empresarial pela Universidade de Fortaleza UNIFOR, Coach e membro da SBC- Sociedade Brasileira de Coaching, orador Master pelo IBEDC, Empresário, Palestrante e Escritor.

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em
X