Foto: Patrick Marques

Um homem de 22 anos foi preso suspeito de ter participado na morte de duas mulheres e um homem, encontrados em uma área de mata no bairro Armando Mendes, Zona Leste de Manaus, no dia 20 de outubro. Preso na quinta-feira (29), o homem disse que foi ao local apenas para comprar drogas, mas foi obrigado a participar do crime pelos outros homens. Ele era o último suspeito de ter participado do caso. O crime foi filmado e o vídeo foi divulgado em redes sociais.

De acordo com o delegado Orlando Amaral, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), após o crime, Hudson Araújo de Souza se escondeu em municípios do interior do Amazonas por algum tempo. Ele então voltou para a cidade, com o intuito de se entregar.

“Ele foi visto por policiais militares próximo a um campo de futebol, no bairro Armando Mendes, Zona Leste de Manaus. Ele foi preso e os policiais o trouxeram para cá. Já tinha um mandado de prisão aberto em nome dele, pelo crime”, explicou o delegado.

Ainda conforme Amaral, todos os envolvidos já foram detidos após a prisão de Souza. Eles informaram que as mortes foram realizadas por eles a mando de “superiores” de uma facção criminosa.

“Eles contam que as vítimas estavam entregando membros da facção. Fotografavam, passavam informações para outra facção. Eles filmaram e divulgaram as mortes, como forma de mostrar poder. Disseram que receberam ordem de superiores”, disse Amaral.

Apresentado em uma coletiva de imprensa na DEHS, Souza disse que teria ido ao local em que o crime aconteceu apenas para comprar drogas. No local, os outros envolvidos teriam o forçado a bater nas vítimas.

“Eu sou usuário. Fui lá só comprar uma coisa pra mim. Eles mandaram que eu batesse neles. Eu só fiz isso mesmo, porque se não eu ia junto. Depois, mandaram eu sair fora e eu saí”, comentou o suspeito.

O suspeito deve responder pelo crime de homicídio Qualificado. Após os procedimentos cabíveis na delegacia, ele deve ser encaminhado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM).

O crime

Os corpos de duas mulheres e um homem foram encontrados em uma área de mata no bairro Armando Mendes, Zona Leste de Manaus. Segundo a Polícia, as vítimas são as mesmas que aparecem sendo esfaqueadas até a morte em um vídeo divulgado em redes sociais. Dois homens foram presos e um adolescente apreendido.

Segundo o delegado Orlando Amaral, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o motivo do crime seria uma briga entre facções criminosas. As mulheres mortas seriam integrantes de uma facção rival, enquanto o homem pertencia ao mesmo grupo dos suspeitos.

Amaral informou que a polícia teve acesso ao vídeo da execução na noite de sexta-feira (19). Em seguida, eles iniciaram um trabalho de investigação em torno do caso.

“Recebemos as informações e começamos a investigar. Vimos tatuagem que aparece no braço do homem que esfaqueia, levantamos fotos, até que o identificamos. Nós o encontramos no sítio da avó, no km 43, da AM-010”, disse o delegado.

O homem foi preso na tarde de sábado (20). Ele informou as circunstâncias do crime e que outras quatro pessoas também participaram da ação. Ele contou ainda o local onde os corpos estavam enterrados.

Um dos cães do canil da corporação encontrou os corpos em uma área de mata na Rua I, por volta de 18h, no local indicado pelo suspeito. Durante as diligências, outro homem foi preso e um adolescente apreendido nas proximidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here