Mais 10 detentos mortos em presídios de Manaus nesta segunda
Foto: Divulgação

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado na tarde desta segunda-feira (27) para remover, pelo menos, 45 corpos em unidades prisionais de Manaus.

As mortes foram confirmadas no Instituto Penal Antônio Trindade (IPAT) e Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), ambas unidades localizadas no km 8 da rodovia BR-174, na Zona Rural de Manaus, (CDPM 1) e Upp.

Cdpm1: 05 hoje
Ipat: 30 hoje
Upp: 06 hoje
Compaj: 04 hoje

As informações foram repassadas por uma fonte que trabalha no órgão.

“Fomos acionados por meio do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), para seis remoções no Ipat e quatro no Compaj. Estamos com equipes na rua e vamos preparar as viaturas”, disse.

A reportagem entrou em contato com o titular da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) coronel Vinicius, mas ele evitou dar detalhes da situação.

“Estou no meio da ocorrência e a assessoria deve mandar nota”, afirmou o secretário.

Crise no sistema penitenciário

Há informações sobre problemas em outro presídio, desta vez na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP).

Oficialmente, nenhum órgão de segurança comenta a crise no sistema prisional que iniciou na manhã de domingo, durante a visita íntima, no Compaj. Na ocasião, 15 presos foram mortos por asfixia e estocadas de escovas de dente.

Nesta manhã, a Seap já havia registrada a morte de um detento no Centro de Detenção Provisória Masculino 1 (CDPM1), também localizado no km 8 da BR-174.

Fábio Queiroz Ferreira, de 39 anos, conhecido como “Olho de Boneca”, foi encontrado morto dentro de uma das celas por agentes penitenciários.

O órgão tratou a morte como suicídio, já que ele foi encontrado enforcado.

Leia Também:
Corpos de mortos em briga no Compaj começam a ser liberados no IML
Fonte: Em Tempo

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.