Autônomo morto a facadas em dezembro é reconhecido por família, no IML
Foto: Reprodução

O autônomo Eladilson Souza da Silva, de 33 anos, assassinado a golpes de faca no dia 20 de dezembro do ano passado, teve o corpo reconhecido pela família através de exame de DNA.

O crime ocorreu na rua São Miguel, no bairro Colônia Santo Antônio, na Zona Norte de Manaus.

O pai, Manoel Saboia da Silva, de 78 anos, confirmou à reportagem do Em Tempo que o filho era usuário de drogas, mas desconhece a autoria do assassinato.

A vítima era natural de Monte Alegre (PA) e estava em Manaus sem residência fixa.

“Eu lutei muito para o meu filho abandonar as drogas, assim como fiz o sacrifício para educá-lo. Infelizmente, ele não quis ouvir meus conselhos e ninguém da família.

Quando soube da morte, meu coração ficou moído por dentro.

Agora, depois de meses para identificá-lo, posso enfim sossegar e saber que o meu filho está descansando em paz”, disse emocionado Manoel.

O reconhecimento foi feito através de material biológico do irmão da vítima, identificado como Marinaldo Souza da Silva, de 42 anos.

O corpo estava em uma das gavetas do Instituto Médico Legal (IML).

“A princípio seria reconhecimento por meio de tatuagem, mas ele não tinha.

O rosto dele estava todo deformado e dificultou o reconhecimento. Em outra oportunidade no IML, eu reconheci os traços do corpo e depois foi feito exames de DNA que comprovaram ser meu irmão”, declarou.

A causa da morte apontou lesão hemorrágica aguda, ação perfuro cortante, causada por arma branca.

O laudo foi assinado pela perita-legista Marilane Meneses, do IML.

De acordo com a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), três homens, um deles reconhecido por fotografia, são apontados como os autores do crime.

Todos seriam usuários de drogas. O caso é investigado pela DEHS.

Veja Também:

‘Gil’ é executado com tiros na cabeça em área vermelha do Prosamim

Paquita acusa marido de agressão após ela descobrir traição

 

Fonte: Portal em Tempo

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.