Após mortes no Compaj, traficantes ordenam toque de recolher
Conflito pode estar relacionado a morte dos detentos no Compaj (Foto: Reprodução)

Na noite deste domingo (28), aproximadamente dez indivíduos munidos com arma de fogo ameaçaram comerciantes no Residencial Viver Melhor 2, bairro Santa Etelvina 2, Zona Norte de Manaus.

O “toque de recolher” foi feito por volta das 19h e os traficantes chegaram a disparar vários tiros para o alto com o objetivo de intimidar os moradores que permaneciam na rua.

Segundo policiais da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o “toque de recolher” pode ter sido motivado pelas mortes que ocorreram no regime fechado do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj).

“Eles começaram a disparar para o alto, fazendo com que o pessoal fechasse seus comércios e os moradores se escondessem dentro das casas. Seis equipes da polícia foram acionadas. Quando os indivíduos viram as viaturas, fugiram para uma área de mata”, confirmou o segundo-tenente Abraão.

Não houve conflito entre a polícia e os indivíduos. O policial informou que o local vive uma briga entre facções que disputam as bocas de fumo da área, e as mortes dos detentos no Compaj podem ter agravado a relação entre eles.

Mortes

Após sete horas de espera, foi confirmada a morte de 15 detentos na rebelião que ocorreu por volta das 11h30 deste domingo (26), no Compaj.

Dos 15 mortos, cinco eram do pavilhão 3 e dez eram do pavilhão 5. Todos os detentos cumpriam pena em regime fechado.

Leia Também:
Frentista que disparou combustível em ladrão é baleado em assalto
Fonte: EmTempo

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.