Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Tempestade causa mortes e deixa mais de 1 milhão sem luz em NY

Rajadas de vento de até 110 km/h e fortes chuvas ainda fizeram com que um edifício de três andares desmoronasse

Publicado em

A tempestade tropical Isaias causou nesta terça-feira (4) a morte de uma pessoa em Nova York, onde gerou complicações nos transportes e deixou mais de um milhão de clientes sem luz.

Foi confirmada a morte de um homem de 60 anos que estava dentro do próprio veículo, no distrito do Queens, quando uma árvore caiu sobre o automóvel.

Outra pessoa está em condição crítica após também ter sido atingida por uma árvore que caiu devido aos fortes ventos, neste caso no Brooklyn, onde um edifício de três andares desmoronou sem vítimas.

Continua depois da publicidade

Rajadas de vento de até 110 km/h e fortes chuvas atingiram a Big Apple ao longo do dia, levando as autoridades a recomendar a população a ficar em casa.

Isaias causou grandes problemas no sistema de transportes de Nova York nesta terça-feira, forçando a suspensão temporária de linhas de metrô a céu aberto e trem, além de interdições no trânsito em várias pontes.

Leia Também: Flávio Bolsonaro admite que Queiroz pagava suas contas pessoais

A companhia elétrica Con Edison informou que cerca de 110 mil clientes sofreram cortes no fornecimento de energia na cidade de Nova York, de acordo com o canal local NY1, que destaca que este número de cortes só foi superado durante o furacão Sandy, em 2012, e a tempestade tropical Irene, em 2011.

No vizinho Nova Jersey, o impacto foi muito pior, com quase 1,4 milhão de clientes, entre residências e negócios, sem eletricidade devido a Isaias. De acordo com o portal NJ.com, esse número representa mais de 25% do total de clientes do estado.

NoEstado da Carolina do Norte, duas pessoas morreram e 12 ficaram feridas após um tornado atingir um parque de trailers em Windsor.

Fonte: R7 Notícias 

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em
X