Foto: Reprodução

As autoridades dos Estados Unidos confirmaram nesta sexta-feira cinco novas mortes causadas pelo ciclone Michael, todas elas no estado da Virgínia, o que eleva para 11 o número de vítimas mortais causadas pelo sistema de baixa pressão que nas últimas horas perdeu força e foi rebaixado de furacão para tempestade tropical.

“Confirmadas cinco mortes relacionadas com Michael, 520 mil (pessoas) sem eletricidade e 1.200 estradas fechadas”, informou no começo da manhã o Departamento de Emergência do estado da Virgínia (VDEM) através do Twitter.

As novas mortes se somam às seis já conhecidas: quatro na Flórida, uma na Carolina do Norte e outra na Geórgia.

Apesar de a tempestade ter perdido força e estar se afastando do território americano, as autoridades advertem que ainda há perigo, já que alguns tornados se formaram por consequência do ciclone.

O Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) advertiu durante a madrugada que esperava a presença de fortes ventos “capazes de derrubar árvores e causar danos estruturais” em partes da Carolina do Norte e da Virgínia.

Fonte: EFE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here