Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Polícia suspeita que ônibus perdeu freio antes de cair de viaduto

Pelo menos 17 pessoas morreram; outras 27 pessoas ficaram feridas, sendo três em estado grave. Polícia Civil diz que veículo caiu de altura de 35 metros.

Publicado em

A Polícia Rodoviária Federal suspeita que o ônibus que caiu nesta sexta-feira (4) de um viaduto em João Monlevade, em Minas Gerais, tenha apresentado um problema mecânico no freio antes do acidente. Segundo o Corpo de Bombeiros, 17 pessoas morreram.

Segundo a PRF, três passageiros disseram que ouviram o motorista do veículo gritando que o ônibus havia perdido o freio. Segundo esses passageiros, o ônibus voltou, o motorista conseguiu abrir a porta, e ele e mais cinco pessoas pularam.

Em seguida, o veículo bateu na mureta de proteção do viaduto, caiu e tombou na linha férrea.

Continua depois da publicidade

A Polícia Civil começou a fazer perícia no ônibus e no do local da queda para identificar as causas do acidente.

O ônibus caiu de um viaduto no km 350 da BR-381, conhecido como “Ponte Torta”, perto da entrada para Dom Silvério.

Resumo

  • Ônibus caiu de viaduto na BR-381 em João Monlevade.
  • Acidente aconteceu por volta de 13h30 e envolveu um caminhão.
  • Queda foi de altura de aproximadamente 35 metros.
  • 17 pessoas morreram e 24 ficaram feridas, segundo informações por volta de 20h50.
  • Moradores da região que viram acidente disse que veículo deu ré antes de cair.
  • Polícia Rodoviária Federal (PRF) diz que suspeita é de que o ônibus tenha perdido o freio.
  • Cinco passageiros e o motorista conseguiram escapar do ônibus antes da queda; com base em testemunhas, PRF trabalha com a informação de que o motorista pode ter escapado.
  • Ônibus tem placa de Alagoas.

As vítimas estão sendo socorridas e levadas para o Hospital Margarida, em João Monlevade. Segundo os bombeiros, 27 pessoas ficaram feridas e tiveram que ser resgatadas.

Desses feridos, três em estado muito grave – um adulto e duas crianças – tiveram que ser encaminhados ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte.

Por: G1

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em