Nos últimos anos, Joana recebeu dezenas de prêmios – Foto: Alex Silva/Estadão
Nos últimos anos, Joana recebeu dezenas de prêmios – Foto: Alex Silva/Estadão

A professora de ensino técnico Joana D’Arc Félix de Sousa divulgou nota na manhã desta quarta-feira, 15, dizendo que o Estadão quer “denegrir” a sua imagem.

No mesmo texto ela admite que não foi aluna da Universidade Harvard nem concluiu seu pós-doutorado na instituição, como vinha repetindo há alguns anos.

O Estadão publicou ontem reportagem em que revelou que Joana não foi formada em Harvard e que apresentou um diploma falso para provar o pós-doutoramento.

“Tudo o que foi publicado, já está sendo apurado por um advogado ligado ao movimento negro brasileiro porque tenho certeza que ainda estão achando que os negros (as) ainda tem que viver na senzala (sic)”, diz a nota da professora.

Ao ser confrontada pela reportagem, Joana disse esta semana que o diploma enviado ao Estadão foi feito para uma encenação. Trechos da entrevista da professora podem ser ouvidos no podcast do Estadão, que conta os bastidores da reportagem de hoje.

O documento foi submetido à Harvard e a instituição confirmou que não emite esse tipo de diploma. O professor emérito de Harvard Richard Holm, cujo nome está no documento enviado por Joana, também confirmou à reportagem que a assinatura não é dele e que nunca ouviu falar da professora.

A biografia de Joana estava prevista para virar filme, em produção anunciada pela Globo Filmes no mês passado. Ela ganhou notoriedade por uma história de superação: nasceu numa família muito pobre e teria chegado à universidade mais conceituada do mundo.

A atriz Taís Araújo faria o papel da professora, mas desistiu alegando ser clara demais para interpretá-la, e ressaltou que continuava participando da produção.

Ontem, pouco antes de o Estadão publicar a reportagem, Taís coincidentemente postou uma foto com Joana no Instagram e no Twitter dizendo que haviam tido uma reunião. Após a reportagem do Estadão, Taís apagou o post.

Leia Também: Após habeas corpus, Temer é solto e deixa prisão em São Paulo
Fonte: Estadão

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.