Foto: D´Castro / Semulsp

O trabalho da Prefeitura de Manaus de conversação direta com a população, realizado pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), para conscientizar sobre as melhores práticas para tratar o lixo doméstico, continua avançando pela cidade. Esta semana, as ações se concentram em bairros nas zonas Norte, Sul e Leste, com destaque para a região do Igarapé do Passarinho e Santa Etelvina. Duas equipes de educação ambiental, que mobilizam, aproximadamente, 60 agentes de articulação comunitária dão continuidade ao trabalho de orientação.

“Nós vamos de porta em porta conversando com os moradores sobre como eles podem ajudar a manter a cidade limpa, em benefício deles mesmos”, informa Priscila Pontes, coordenadora de uma das equipes.

O projetista de máquinas industriais, Walter Leite, é morador da rua Paxiúbas, no bairro Santa Etelvina. Ele recebeu a visita das equipes e aplaudiu a ação da Prefeitura nos bairros. “Temos problemas a resolver na cidade, mas é gratificante ver que a Prefeitura não esquece o trabalho árduo de educação e conscientização. É difícil, mas lá na frente veremos o resultado”, elogiou.

A dona de casa Alessandra Pantoja, moradora da rua Adailson Lopes, no Santa Etelvina, ouviu as orientações da equipe e descobriu o melhor horário para depositar o seu lixo na lixeira. “Eu não sabia que os carros passavam sempre no mesmo horário. Agora vou colocar para fora o lixo sempre às 7 horas da manhã, para não correr o risco dos bichos espalharem”, disse ela, lembrando que, nesse bairro, o horário da passagem da coleta é no primeiro turno, entre às 6h30 e 7h.

As ações de conscientização reforçam e complementam os serviços públicos de limpeza da cidade. Esse trabalho leva até a porta da casa do cidadão informações sobre a coleta de lixo e a importância da reciclagem e manutenção da limpeza dos igarapés. “Foi depois de uma visita das equipes aqui, no ano passado, que tivemos a ideia de plantar algumas mudas na beira do igarapé do Passarinho e cuidar desse trecho para inibir acumulo de lixo. Até agora, o nosso jardim está dando certo e tem virado exemplo para os moradores”, revelou a dona de casa Elza Silva, moradora da margem esquerda do Igarapé do Passarinho.

Diariamente, as equipes de conscientização percorrem em média 20 ruas e falam com, aproximadamente, 400 pessoas.

Balanço

Em 2 mil dias de gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto, mais de 400 mil pessoas receberam a visitação dessas equipes. Por mês, uma média de 8 mil pessoas são alcançadas pelo trabalho de sensibilização, que vem percorrendo toda a cidade levando a mensagem de preservação e cuidados com os logradouros, praças e igarapés.

Fonte:  Semulsp

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here