O Programa Justiça Itinerante, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), iniciou programação de atendimentos do segundo semestre do ano pelo bairro do Santo Antônio, na zona Oeste da cidade. “A unidade móvel do Justiça Itinerante já está posicionada no Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou, localizado na Av. Brasil, s/n°, no bairro de Santo Antônio, onde permanecerá até o dia 3 de agosto”, informou a juíza Vanessa Leite Mota, titular da 9ª Vara do Juizado Especial Cível da Comarca de Manaus e nova coordenadora do programa.

O atendimento no Justiça Itinerante acontece de segunda a sexta-feira, no horário das 8h às 14h. As pessoas que procuram o serviço podem ajuizar, sem advogados, ações no valor de até 20 salários-mínimos, na área cível e ações de natureza consensual, na área de família. Também é possível ajuizar ações envolvendo cobrança de dívidas, danos materiais e morais, direito do consumidor, pensão alimentícia, Justiça Itinerante já está atendendo no bairro de Santo Antônio. Foto: Raphael Alves/Arquivo TJAMdivórcio (consensual) e reconhecimento voluntário de paternidade.

A juíza Vanessa Leite Mota substitui o juiz Alexandre Novaes que, agora, está na função de juiz auxiliar da Presidência do TJAM. “Estamos chegando agora e vamos aproveitar o que o doutor Alexandre implantou e colocar novas ideias em prática. Já recebi algumas solicitações de participação da unidade móvel em ações de atendimento. Vamos estudar a possibilidade de cada um e fazer o possível atendê-los”, disse a magistrada.

Coordenador do Programa Justiça Itinerante durante nove anos, o juiz Alexandre Novaes disse que o Justiça Itinerante teve um impulso muito grande nesse período, mas credita o crescimento ao empenho de todas as pessoas envolvidas, como os servidores, estagiários e dirigentes do TJAM.

“Foram nove anos. Fui designado coordenador do Justiça Itinerante assim que fui promovido do interior e, nesse período, o projeto teve um salto muito grande. Mas isso não foi somente pela minha atuação e sim pelo empenho dos servidores, dos estagiários e o apoio dos dirigentes do Tribunal de Justiça”, afirmou o magistrado.

Novaes também agradeceu o apoio que recebeu dos veículos de comunicação nesse período, o que permitiu assegurar que as ações de atendimento realizadas na capital e no interior do estado, pela equipe do programa, registrassem sempre uma excelente demanda. Alexandre deu boas vindas à nova coordenadora do projeto. “A doutora Vanessa é uma pessoa sensível e muito competente. O projeto tem o perfil dela. Tenho certeza que está em boas mãos”, frisou o magistrado.

O projeto

Instituído pelo TJAM há 14 anos, o programa leva atendimento aos bairros da capital e municípios do interior. Os atendimentos são feitos mediante a apresentação de documentos originais, bem como cópias, no ato do atendimento pela equipe do programa. Informações sobre o atendimento podem ser obtidas por meio do telefone 98455-7698.

Próximos atendimentos

No período de 6 a 31 de agosto, a unidade móvel se desloca para o bairro da Cidade Nova, para atender no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola.

De 3 a 28 de setembro, o serviço será ofertado na área externa da Delegacia da Mulher, localizada no bairro Cidade de Deus.

Depois, no período de 1º de outubro a 1º de novembro, o atendimento será realizado no estacionamento da Delegacia da Mulher, no Conjunto Eldorado, no Parque 10.

Com informações da assessoria

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here