Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Japão avalia despejar água radioativa de Fukushima no mar

Publicado em

O governo japonês prepara uma decisão sobre o lançamento de água radioativa da usina nuclear destruída de Fukushima no mar. Segundo reportagem da agência de notícias Kyodo e outros veículos nesta sexta-feira, as autoridades do país confirmarão a medida em um anúncio formal neste mês.

A Tokyo Electric Power Company Holdings Inc coletou mais de um milhão de toneladas de água contaminada desde que a usina nuclear Fukushima Daiichi foi destruída por um terremoto e tsunami em 2011.

O ministro da Indústria do Japão, Hiroshi Kajiyama, disse que nenhuma decisão foi tomada ainda, mas que o governo pretende decidir o assunto rapidamente.

Continua depois da publicidade

Leia também: Presidente da China diz às tropas para focar na ‘preparação para a guerra’

“O descomissionamento da usina Fukushima Daiichi é uma premissa importante para a restauração em Fukushima do desastre nuclear. Para evitar atrasos no processo de descomissionamento, precisamos tomar uma decisão rapidamente”, disse ele em entrevista coletiva.

Ele não deu mais detalhes, incluindo um cronograma.

O acúmulo de água contaminada em Fukushima tem sido um ponto crítico na limpeza, que provavelmente vai durar décadas, especialmente porque os Jogos Olímpicos serão realizados em Tóquio no próximo verão, com alguns eventos a menos de 60 quilômetros da planta destruída.

Uma possível libertação deve antagonizar os pescadores japoneses e levantar preocupações nos países vizinhos.

Na semana passada, representantes da indústria pesqueira japonesa instaram o governo a não permitir a liberação de toneladas de água contaminada da usina de Fukushima no mar, dizendo que isso desfaria anos de trabalho para restaurar sua reputação.

A Coreia do Sul manteve a proibição das importações de frutos do mar da região de Fukushima, imposta após o desastre nuclear, e convocou um alto funcionário da embaixada japonesa no ano passado para explicar como a água de Fukushima seria tratada.

No início deste ano, um painel de especialistas aconselhando o governo do Japão sobre o descarte de água radioativa da usina destruída de Fukushima, recomendou seu lançamento no oceano.

O Ministério da Indústria do Japão tem ouvido opiniões de várias partes desde abril, incluindo representantes da pesca.

Alguns representantes da pesca também visitaram Kajiyama na quinta-feira, opondo-se ao lançamento da água contaminada no mar.

Fonte: CNN

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em
X