Foto: Reuters/Joshua Roberts

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi ao sul da Louisiana na terça-feira para exaltar os benefícios da produção energética do país, mas não resistiu a fazer uma crítica irônica aos democratas que disputam a indicação para desafiá-lo na corrida presidencial de 2020.

“Estou olhando a concorrência. Você meio que sonha com uma concorrência como essa, sabe?”, disse ele a centenas de trabalhadores do terminal de exportação de gás natural liquefeito de Cameron, em Hackberry.

A análise de Trump sobre as pré-candidaturas de Pete Buttigieg, prefeito de South Bend, em Indiana, do ex-vice-presidente Joe Biden, do ex-parlamentar Beto O’Rourke e dos senadores Elizabeth Warren e Bernie Sanders mostrou que ele está atento aos vários concorrentes democratas em potencial.

Resultado de imagem para Pete Buttigieg
Foto:Rolling Stone

Depois de louvar os benefícios das exportações de GNL, Trump passou a analisar seus rivais presidenciais democratas, que buscarão privá-lo de um segundo mandato e vêm atacando seu governo durante a pré-campanha.

Resultado de imagem para Joe Biden
Ex-vice-presidente Joe Biden / Foto: Saul Loeb / AFP

Ele arrastou a pronúncia do sobrenome Buttigieg e chamou a atenção para o esforço de O’Rourke para relançar sua campanha depois que uma tentativa inicial fracassou junto aos eleitores.

Resultado de imagem para Beto O’Rourke
Ex-parlamentar Beto O’Rourke/ Foto: Richard W. Rodriguez/AP Photo

“Beto está caindo rápido. Que diabo aconteceu? Lembrem, cerca de quatro semanas atrás ele disse: ‘Eu nasci para isto’. Ele nasceu para isto. Ele nasceu para cair como uma pedra”, disse Trump.

Depois ele se voltou contra Biden, que lidera a disputa entre os mais de 20 postulantes democratas.

“Não sei o que diabos aconteceu com Biden. O que aconteceu com ele? Estou olhando e disse: ‘Não parece o cara que eu conheço’. O que aconteceu com ele?”, indagou.

Trump, que no passado apelidou Sanders de “Bernie Louco”, voltou ao tema, dizendo: “Sabem, Bernie é louco”. Mas acrescentou: “Bernie tem muito mais energia do que Biden, então nunca se sabe”.

A reeleição do presidente, cujo índice de aprovação está em cerca de 40%, não é vista como certa. Ele tem uma economia forte de que se gabar, mas suas políticas polarizadoras em temas como a imigração, a guerra comercial com a China e os embates com Irã, Coreia do Norte e Venezuela podem se mostrar obstáculos sérios.

Mas ele expressou confiança em suas chances.

“Caramba, temos algumas pérolas ali. Trezentas e cinquenta milhões de pessoas, e isso é o melhor que podemos fazer. Não acho. Mesmo como democratas, eu conseguiria escolher coisa melhor”, afirmou.

Leia Também: 
Estados Unidos ordenam que embaixada no Iraque seja esvaziada
Fonte: Reuters 

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.