Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Governo do Amazonas incentiva produção de arroz no interior

Publicado em

A cultura do arroz traz grande benefício para o Amazonas, se tornando uma realidade no Estado, por meio da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), que desenvolve projetos que incentivam a produção de grãos no interior do Amazonas.

Um exemplo disso é o que está ocorrendo no município de Humaitá, na Fazenda Santa Rita, que iniciou a colheita safra 2018/2019 de 450 hectares de grãos de arroz “Cambará” e “Ana 5015”, nesta terça-feira (28/05), que se estenderá até o dia 10/06.

A Fazenda Santa Rita é a maior produtora significativa de grãos no Estado. A previsão é que seja colhido 55 sacas por hectare, totalizando 25 mil sacas (1,5 mil toneladas), em uma área de 450 hectares, beneficiando produtores da região.

Continua depois da publicidade

Produção de soja e milho – Além da safra do arroz, também ocorre a plantação da soja “Safrinha” com previsão de 54 sacas por hectare, totalizando 3,2 toneladas, em uma área de 200 hectares, e a safra do milho, com estimativa de 80 sacas, sendo cada uma de 60 quilos, em uma área de 250 hectares, que será colhido final de junho.

De acordo com o responsável da Fazenda Santa Rita, Guilherme Toledo, a propriedade retorna a produção regional de arroz após 18 anos, com a primeira safra 2018/2019 se tornando a maior do Estado.

Além da grande produção de arroz em Humaitá, também são produzidos nos municípios de Apuí, Maués e Envira.

A Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror) realiza todo o acompanhamento da produção de grãos em Humaitá, por meio da Agência de Defesa Agropecuário e Florestal do Amazonas (Adaf), e pelo Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal (Idam).

“A propriedade está toda cadastrada e regularizada, realizamos todo o acompanhamento e monitoramento, para que não haja nenhuma informalidade, no uso de agrotóxicos, produtividade, qualidade do produto, adubação com nutrientes, entre outros”, relata a engenheira agrônoma da Adaf, Nislene Molina.

O secretário da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior, destacou a participação do Governo no desenvolvimento do interior do Estado.

Leia Também: Relatório indicava risco de mortes dentro de cadeias no AM
Fonte: Assessoria de Comunicação da Secretaria Estadual de Produção Rural (Sepror)
Categoria

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em
X