Esta temporada ficará marcada na história da NBA pela sua peculiaridade: o recomeço depois de quatro meses, 22 times confinados numa ‘bolha’ na Disney, em Orlando, jogos em épocas do ano em que os atletas estariam de férias, e, claro, a falta de público e sem as arenas tradicionais dos times.

Em uma escala diferente, a NBA já viveu temporada atípicas outras duas vezes em sua história. Porém, obviamente, nada se compara a esta.

Continua depois da publicidade

Leia Também: Médicos reduzem sedação de coma induzido de Zanardi um mês após acidente

Vamos relembrar como foram essas outras duas temporadas da NBA que não ocorreram como esperado:

1998-99

Entre 1º de julho de 1998 e 20 de janeiro de 1999, a NBA parou. O cancelamento dos da pré-temporada e de toda a primeira metade da temporada durou pouco mais de sete meses. A suspensão aconteceu após os donos das franquias proporem uma mudança no cap (teto) salarial dos jogadores e das equipes.

A Associação dos Jogadores foi contra a medida e queria salários maiores para quem recebia o mínimo da Liga. Sem acordo, os donos começaram o locaute.

Isso provou críticas da imprensa e os fãs da Liga. Até janeiro de 1999, houve o perigo do cancelamento de toda a temporada. Naquele mês, Billy Hunter, diretor executivo da Associação dos Jogadores, fez um acordo com David Stern, comissário da NBA e locaute terminou, após 204 dias sem jogos.

A temporada teve apenas 50 partidas e o All-Star Game daquele ano foi cancelado. O San Antonio Spurs foi o campeão, superando o surpreendente New York Knicks, que havia se classificado na 8ª posição no Leste. 4 a 1 na série final com Tim Duncan MVP das Finais.

2012-13

Foi somente no Natal de 2011, que a temporada 2011-12 da NBA se iniciou. O segundo grande locaute aconteceu a partir de 1º de julho daquele ano até 25 de dezembro.

David Stern teve negócios com Billy Hunter, que continuou como diretor da Associação dos Jogadores, e Derek Fisher, jogador dos Lakers e um dos principais membros da Associação.

A estrutura do teto salarial e as dívidas das franquias por estarem acima do limite foram alguns dos motivos da suspensão da temporada.

Durante o locaute, os times não puderam assinar e nem trocarem jogadores. Os jogos da pré-temporada foram cancelados. No final de novembro, as partes entraram em um acordo e os jogador voltaram a treinar no dia 1º de dezembro.

Neste período sem jogos, muitos jogadores foram atuar na Europa e Ásia, com cláusulas que poderiam retornar aos Estados Unidos assim que o locaute tivesse terminado.

A temporada teve apenas 66 jogos. O Miami Heat foi o grande campeão, o primeiro título de LeBron James na carreira, ao bater o Thunder por 4 a 1 na série final.