Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Em fórum virtual, especialistas do Brasil, Colômbia e Peru debatem conservação de rios da Amazônia

O evento estimulará o intercâmbio de soluções entre os países e trará importantes avanços nos debates sobre a conservação dos recursos hídricos na Amazônia

Publicado em

Representantes de governos, empresas, universidades e organizações não governamentais do Brasil, Colômbia e Peru se reúnem virtualmente, nos próximos dias 9 e 10, para discutir políticas públicas, iniciativas corporativas e comportamentos sociais com objetivo de reduzir os resíduos sólidos flutuantes nos rios amazônicos.

O debate integra o Fórum Internacional Rios Limpos, que será transmitido a partir das 9h30 (horário de Manaus), pelo canal do YouTube da Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (SDSN Amazônia).

Leia também: Saúde Amazonas vai ampliar em 65% oferta de consultas e exames

Continua depois da publicidade

O evento tem apoio da Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ), que é a Agência Alemã de Cooperação
Internacional.

Foto: Divulgação FAS

A programação é aberta ao público e para se inscrever, basta acessar o link: bit.ly/ForumRios.

Um dos principais objetivos do evento é apresentar os resultados do relatório técnico do Projeto Rios Limpos, elaborado por especialistas com estudos sobre a caracterização dos resíduos sólidos, o marco sócio-político e levantamento de soluções nas cidades de Manaus (AM), Iquitos (Peru) e Letícia (Colômbia), que compõem a Bacia do Rio Amazonas.

Primeiro dia 

A abertura será realizada pelo superintendente geral da FAS, Virgilio Viana, e será seguida por um vídeo explicativo sobre o fórum narrado pelo ator Mateus Solano.

Na sequência, o consultor técnico do Projeto Rios Limpos, Rafael Moreira Ribeiro, apresentará o estudo que vem sendo desenvolvido em Manaus, Iquitos e Letícia, mostrando os desafios e soluções identificadas, que serão aprofundadas e discutidas ao longo do evento.

A partir das 10h, ocorre o Painel de Abertura Multissetorial, que abordará o cenário e as
perspectivas sobre os resíduos sólidos flutuantes na Amazônia, além de estratégias que podem ser adotadas diante da realidade exposta pelo relatório preliminar do Projeto Rios Limpos.

Foto: Divulgação FAS

O debate terá a participação da pesquisadora associada do Instituto Amazónico de
Investigaciones Científicas (SINCHI), Clara Peña-Venegas; do subsecretário municipal de Gestão de Limpeza Pública de Manaus – Semulsp, Eisenhower Campos; da especialista em Sustentabilidade da Coca-Cola, Fernanda Daltro; da engenheira ambiental da Secretaria de Agricultura, Medio Ambiente y Productividad de la Gobernación del Amazonas, da Colômbia, Fernanda Gomez; do professor da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Marcos Castro; e do pesquisador do Instituto de Investigaciones de la Amazonía Peruana (IIAP), Werner Chota Macuyama.

Às 11h, será realizado o Painel de Associações Recicladoras, que se dedica a perguntar como as associações recicladoras de três países diferentes podem se unir para resolver os desafios de reciclagem na região. A mediação será feita pela analista em Educação Ambiental da FAS, Kelly Souza.

Participam do painel o diretor da ONG colombiana Amazonas Sin Límites, Andrés Lozada; a
representante do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis – MNCR e mobilizadora da Associação Nacional dos Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis – Ancat, Irineide Lima; a diretora executiva da ONG peruana Ciudad Saludable, Paloma Roldan; e a presidente da Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis Nova Recicla de Manaus, Suelen Cardoso.

Segundo dia

No segundo dia de evento, será realizado o Painel de Negócios Sociais, que pretende responder a pergunta: como negócios sociais podem contribuir para resolver a destinação dos resíduos sólidos?

Com mediação da coordenadora de Cidades Sustentáveis da FAS, Paula Carramaschi Gabriel, o painel terá a participação da fundadora e diretora da organização colombiana
Fundación Habitat Sur, Adriana Bueno Melo, do coordenador de Novos Negócios da
EuReciclo e Cofundador do Plástico Preciso Rio, Bernardo do Amaral, da presidente do Projeto de Restauração Ecológica e Urbanização Sustentável – Reusa, Maria Cristina Pereira, e da CEO do Grupo Ambiental Tierra Amazónica – Gatia, do Peru, Ivonne Bocanegra.

Às 10h30, ocorre o talk “Cooperação para a Proteção do Clima na Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos”, com a representante da GIZ, Helinah Cardoso.

A partir das 10h40, será realizado o Painel de Órgãos Governamentais de Manaus, Letícia e
Iquitos, com o tema “Construindo um acordo de cooperação na Amazônia: o que
Cada governo tem a contribuir?”.

Veja também: Prefeitura mantém serviços essenciais nos feriados de 5 e 7 de setembro

O painel reunirá representantes dos três governos na perspectiva de construir um acordo
de cooperação internacional que promova o manejo sustentável e a redução dos resíduos
sólidos flutuantes na Amazônia, solucionando efetivamente os desafios atuais.

Do Brasil, participam o secretário de Estado do Meio Ambiente do Amazonas, Eduardo
Taveira, e o secretário municipal de Gestão de Limpeza Pública de Manaus, Paulo Farias.

O representante da Colômbia será o secretário de Agricultura, Medio Ambiente y Productividad del Departamento del Amazonas, John Valencia.

Para representar o Peru, participa a subgerente de Gestión Ambiental de la Gerencia
de Servicios Públicos, Gestión Ambiental y Desarrollo Empresarial de la Municipalidad Distrital de Belén, Flor de Azucena Paredes Vela.

Foto: Divulgação FAS

Segundo a secretária executiva da SDSN Amazônia, Carolina Ramírez Méndez, o evento
estimulará o intercâmbio de soluções entre os países e trará importantes avanços nos debates sobre a conservação dos recursos hídricos na Amazônia.

“O Fórum Rios Limpos promoverá discussões com a participação de diversos setores da sociedade que darão contribuições muito ricas para a gestão mais sustentável de resíduos sólidos e, assim, evitar a poluição nos corpos de água”, destaca.

Com informações da assessoria FAS

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em
X