Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Com risco de desabamento, prédios começam a ser demolidos no centro

Publicado em

Após monitorar e fazer todo o levantamento estrutural de dois prédios que apresentaram afundamento na base e em parte da rua Henrique Martins, no Centro, a Prefeitura de Manaus deu início nesta quinta-feira, 23/7, à demolição das estruturas, que são de propriedade particular, mas por conta do risco de desabamento serão demolidas pelo município.

“Sabemos que são prédios particulares, construídos sem parâmetros de engenharia e de forma errônea. A auditoria da nossa equipe técnica apontou graves problemas estruturais na sapata das edificações. Então, por determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto, vamos fazer essa demolição emergencial, a fim de evitar um problema ainda mais grave naquela área e garantir a segurança da população”, explicou o titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Kelton Aguiar, a respeito da intervenção emergencial realizada pela prefeitura.

Leia também: Campanha #ManausSolidária recebe doação de 27 mil máscaras de tecido

Continua depois da publicidade

A demolição das edificações está sendo executada gradativamente, começando pelos andares superiores, e manualmente, com uso de marretas, para que não haja maiores impactos nas estruturas já enfraquecidas.

Na segunda fase dos serviços, máquinas retroescavadeiras irão finalizar a parte dos andares térreos. Por ser uma região comercial, a área está isolada e é monitorada pela equipe de engenharia da Seminf.

Ainda em maio, a Defesa Civil municipal foi acionada para realizar vistoria nos prédios, elaborando laudo técnico em parceria com a Seminf e também com o Corpo de Bombeiros.

Com estrutura máxima para suportar até três andares, as construções particulares, muito antigas, foram erguidas irregularmente. Um dos imóveis foi acrescido com mais dois andares, ultrapassando o limite permitido.

Além disso, os prédios foram construídos em cima de uma rede de drenagem profunda, o que prejudicou a estrutura original causando o afundamento das galerias subterrâneas.

De forma imediata, a Prefeitura de Manaus realizou a reestruturação da rede de drenagem profunda, reforçando o terreno e dando a vazão correta das águas pluviais.

Fonte: Seminf

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em
X