Rua dos Barés no Centro é interditadaRua dos Barés no Centro é interditada
Trafego de veículos foi interrompido após a água invadir a rua dos Barés, no Centro de Manaus (Foto: Rede Amazônica)

A rua dos Barés foi interditada após ser tomada pela enchente do Rio Negro. O nível do rio ultrapassou a cota de emergência de 29 metros e a água começou a invadir partes mais baixas da cidade.

Além do Centro, outro 14 bairros podem ser alagados, segundo monitoramento feito pela Defesa Civil.

A água do rio invadiu a rua dos Barés e o tráfego de veículos foi prejudicado. Comerciantes já registram a queda no movimento por conta da dificuldade dos consumidores em transitar pela área invadida pela água.

Na sexta-feira (7), o rio atingiu a cota de 29,19 – de emergência para inundações. Conforme o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), a cota máxima pode variar entre 29,18 metros a 29,33 metros.

A cota máxima já atingida pelo rio foi de 29,97 metros em maio de 2012. Já a mínima histórica foi de 13,63 metros em outubro de 2010.

Situação de Emergência

Na quarta-feira (5) foi decretada situação de emergência em Manaus por conta da subida de nível do Rio Negro. A publicação foi feita no Diário Oficial do Município (DOM).

O decreto possibilita que a prefeitura promova ações de combate aos danos causados pela enchente dos rios Negro e Amazonas pelo prazo de 180 dias. E, solicite caso necessário, recursos do governo federal.

Nos próximos dias será intensificado a construção de pontes em áreas alagadas e será feito o trabalho de vacinação, de prevenção a moléstias.

Cheia do rio começa a tomar ruas no Centro de Manaus — Foto: Rede Amazônica

Cheia do rio começa a tomar ruas no Centro de Manaus — Foto: Rede Amazônica

Defesa Civil

O monitoramento realizado pela Defesa Civil identificou que 2.271 famílias que podem ser afetadas pelo fenômeno nos 15 bairros passíveis de alagação.

De acordo com a Defesa Civil de Manaus, os bairros mais afetados pela cheia são: São Jorge, Colônia Antônio Aleixo, Aparecida, Educandos, Presidente Vargas, Mauazinho, Tarumã, Raiz, Betânia, Centro, Santo Antônio, Cachoeirinha, Glória, Compensa, Puraquequara, além de algumas áreas das zonas rural e ribeirinha.

Leia Também: Enchente do Rio Negro afeta mais de duas mil famílias em Manaus
Fonte: G1 Amazonas

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.