Aproximadamente 70 veículos deixaram de circular durante o ato dos trabalhadores | Foto: Divulgação
Aproximadamente 70 veículos deixaram de circular durante o ato dos trabalhadores | Foto: Divulgação

Centenas de usuários do transporte coletivo foram prejudicados com uma nova paralisação surpresa de funcionários da empresa Global Green.

Aproximadamente 70 veículos, de 14 linhas que atendem a Zona Leste da capital, deixaram de operar nos terminais 4 e 5, na tarde desta segunda-feira (10).

Conforme a assessoria do Sindicato dos Trabalhadores Em Transporte Rodoviário de Manaus (STTRM), a manifestação iniciou por volta das 14h50.

“O objetivo foi forçar a empresa a depositar o ticket e cesta básica. Outro fator foi o do plano de saúde, que está suspenso e não tem previsão para voltar a ser ativado”, diz a nota enviada à imprensa.

O comunicado informa, ainda, que alguns diretores do STTRM foram até os terminais para apoiar a manifestação dos trabalhadores.

Procurada pela reportagem, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amazonas (Sinetram) informou que não foi notificado sobre a paralisação e está verificando com a empresa as reivindicações dos rodoviários.

Segunda paralisação

Na semana passada, os funcionários da Global Green também paralisaram as atividades para cobrar o pagamento de férias atrasadas. Conforme o STTRM, aproximadamente 400 trabalhadores estão sem usufruir do benefício há pelo menos três anos. Os rodoviários também reivindicaram o desbloqueio do plano de saúde.

Leia Também: Moro abandona coletiva em Manaus após ser questionado sobre mensagens
Fonte: Em Tempo

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.