Após três anos prejudicados pela falta de professores, alunos da UFAM em Coari fazem protestos
Foto: Reprodução

Alunos de Medicina da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), em Coari, fizeram um protesto na manhã desta segunda-feira, 15 de abril, reivindicando a falta de professores na instituição.

Segundo o estudante Hiago da Silva, presidente do Centro Acadêmico de Medicina, além da falta de estrutura física, a universidade não possui professores profissionais para ministrar os conteúdos clínicos para as três turmas do curso, o que vem prejudicando  os alunos desde a criação do curso no municípios, há mais de três anos.

“Estamos lutando desde que chegamos aqui. Já recorremos a coordenação da Ufam, Conselho Diretor e muitos outros, inclusive à Reitoria para tentar solucionar essa situação. Até mesmo uma equipe do MEC esteve na Ufam de Coari, mas nada foi solucionado”, relatou.

O estudante afirmou ainda, que existem apenas três professores ‘’médicos’’ para atender as turmas. Eles trabalham apenas em período quinzenal no município, com um regime de 20 horas semanais, o que prejudica o ensino.

Ele afirma ainda que há professores que ocupam cadeiras na faculdade, mas não trabalham no local.

Veja Também: 

Abertas inscrições para oficina de jornalismo socioambiental em Manaus

Jiboia é a cobra mais resgatada na área urbana de Manaus

Fonte: Portal Imediato

 

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.