Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Amazonas reforça combate ao narcotráfico com Base Fluvial Arpão

Publicado em

O governador do Amazonas, Wilson Lima, vai inaugurar em agosto uma ação inédita no estado no combate ao narcotráfico, à pirataria e aos crimes ambientais.

É a Base Fluvial Arpão, que vai ficar no rio Solimões, entre os municípios de Coari (a 363 quilômetros de Manaus) e Tefé (a 522 quilômetros da capital amazonense), desencadeando uma série de operações policiais na região. A iniciativa é realizada em parceria com o Governo Federal.

Coordenada pelo secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, a Base Arpão vai englobar efetivos da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Federal, agentes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), policiais federais, além de médicos, dentistas e enfermeiros. É um ponto de atuação do Programa Vigia, do Governo Federal.

Continua depois da publicidade

Leia também: Governo autoriza uso da Força Nacional de Segurança Pública no AM por 30 dias

“Além de desencadear nossas operações policiais, integradas com nossa área de inteligência, aumentaremos nossa capacidade de fiscalização de embarcações. Com isso, teremos um controle mais rigoroso da circulação nos rios, o que também vai inibir a prática de ilícitos”, enfatizou Bonates.

Embarcações

Em conjunto com a Base Fluvial Arpão, o Governo do Amazonas coloca as três lanchas blindadas adquiridas para as operações de interceptação de traficantes.

As embarcações foram entregues pelo governador Wilson Lima. Os equipamentos, inéditos para as polícias amazonenses, estão sendo empregados em operações estratégicas desencadeadas a partir de levantamentos de inteligência.

“Mais de 80% dos assassinatos têm relação com o tráfico de drogas, sobretudo nessas questões que acontecem aqui nos rios do Amazonas. No rio Solimões, que é uma rota utilizada por esses traficantes, estamos montando a Base Arpão, nos próximos dias. Estamos estudando também a possibilidade de colocar uma base lá no rio Negro, para que a gente possa, efetivamente, fechar essas entradas e saídas aqui do estado do Amazonas para o tráfico de drogas”, disse o governador.

Fonte: ChumboGrosso

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em
X