Flamengo chegou à elite do principal esporte eletrônico brasileiro. O estrelado elenco Rubro-Negro venceu a Team One, atual campeã brasileira, na Série de Acesso, neste domingo, nos estúdios da Riot Games, em São Paulo. Após um começo avassalador, o Fla garantiu o acesso com placar equilibrado em 3 x 2. O resultado coloca o time carioca no 2° Split do Campeonato Brasileiro de League of Legends, elite do game no país. Aliás, será o único clube oriundo do futebol na competição.

A vitória faz o Flamengo atingir o ousado planejamento traçado no início da temporada: o acesso imediato para o CBLoL. Após entrar no competitivo de League of Legends com elenco recheado de nomes famosos e no Circuito Desafiante, segunda divisão do game, o Rubro-Negro conquistou a vaga somente numa espécie de repescagem, a Série de Acesso. O time foi vice-campeão do Desafiante.

Dever cumprido. Nossa primeira meta era subir para o CBLoL. Não esperávamos perder o Desafiante. Treinamos muito, eu me dediquei muito. Estou muito feliz. Estava quase tendo um ataque do coração, mas saímos com a vitória – disse o astro Felipe “brTT”.

brTT teve atuação de gala na vitória do acesso do Flamengo (Foto: Divulgação / Riot)

brTT teve atuação de gala na vitória do acesso do Flamengo (Foto: Divulgação / Riot)

Do outro lado, a Team One concluiu o mergulho profundo após chegar ao mais alto posto do competitivo nacional. No 2° Split de 2017, o time surgiu na elite após comprar a vaga conquistada pela INTZ.Genesis – o regulamento proíbe dois times da mesma organização juntos no torneio. Logo na primeira participação, os Golden Boys chegaram ao título e foram ao mundial da China. Pouco menos de seis meses depois, a Team One terá que voltar ao Circuito Desafiante.

O Jogo

O Flamengo teve os dois primeiros jogos sem sustos, atropelando o adversário. Na partida inaugural da série Md5, a Team One veio com João “Marf” e João Pedro “Prb”. Entretanto, os Golden Boys foram totalmente envolvidos pelo jogo Rubro-Negro. Apenas Álvaro “Vert”, com uma escolha inusitada de Volibear, ofereceu problemas na rota do topo contra a Camile, de Jincheol “Jisu”. No mais, trator Rubro-Negro. Felipe “brTT”, de Kai’Sa, brindou a vitória com um pentakill e ainda 15 abates. Vitória rubro-negra em 32 minutos.

Pai é chato: brTT faz pentakill em cima da Team One

Pai é chato: brTT faz pentakill em cima da Team One

Desesperada, a Team One voltou na selva com Alanderson “4LaN”, que não treinou nos últimos dias e sequer estava na gaming house do time. Bruno “Brucer” foi o nome na rota do meio. As mudanças até fizeram o early game mais equilibrado, mas o Flamengo foi crescendo de forma muito mais consistente – inclusive com três Dragões da Montanha acumulados. A Team One empilhava erros e parecia completamente apática na série. De novo, brTT foi decisivo, sem morrer e com seis abates. Porém, André “esA”, com Morgana, foi o grande nome, com 11 assistências. Aliás, o time do Flamengo sofreu apenas uma eliminação durante todo o segundo jogo. Vitória, de novo, em 32 minutos.

SirT comemora com o coreano Jisu a vaga no CBLoL (Foto: Divulgação / Riot)

SirT comemora com o coreano Jisu a vaga no CBLoL (Foto: Divulgação / Riot)

Mantendo o estilo agressivo e contando com as boas atuações de 4LaN e Vert, a Team One acordou quando colocou o time que menos treinou ao longo destes dias. O Flamengo voltou a mostrar erros não condizentes com um time experiente que tem. Novamente com as boas lutas, os Golden Boys forçaram o quinto jogo.

O último game, porém, foi nervoso, muito nervoso. Até então mal na série, Jisu, enfim, apareceu e foi o que o Flamengo precisava para trazer a balança para o seu lado. O atirador brTT novamente foi fundamental. O Flamengo criou condições de vitórias, mas vacilou e quase entregou a série para a Team One. Depois sofrer, ser questionado, o Flamengo conquistou o acesso para o CBLoL após um batalha de mais de quatro horas de duração.

Fonte: SportTV

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here