Marcelo de Jesus é um dos nomes indicados ao Prêmio Concerto 2017, anunciados na semana passada, em São Paulo. O maestro responsável pela Amazonas Filarmônica, aparece na disputa com “Jenufa”, coprodução do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e da Companhia de Ópera Livre, indicada na categoria Ópera. Ele assina direção musical e regência da montagem da obra de Leos Janácek (1854-1928), encenada em abril deste ano na capital carioca, com concepção e direção cênica de André Heller-Lopes.

A produção concorre ao lado de “Orfeo”, de Monteverdi, produção da Cultura Artística com a Cappella Mediterranea e Coro da Câmara de Namur, liderada pelo regente argentino Leonardo García Alarcón; e o balé “Pulcinella”, de Igor Stravinsky, e a ópera “Arlecchino”, Ferruccio Busoni, em indicação conjunta, ambos produções do Theatro São Pedro, com direção musical e regência do norte-americano Ira Levin, e direção cênica de William Pereira.

Feliz pela indicação do Prêmio Concerto, Marcelo de Jesus afirmou que a nomeação representa o reconhecimento de um trabalho coletivo. “A indicação para ‘Jenufa’ é um mérito pela garra e força de vontade da equipe do Theatro Municipal em produzir a ópera em condições complicadas como as que vive hoje o Estado do Rio de Janeiro”, declara o regente.

O maestro se disse feliz ainda por representar o Amazonas numa premiação de destaque. “Ter mais uma vez um regente das orquestras da Secretaria de Cultura do Amazonas indicado nessa premiação mostra o nível de qualidade artística com que nos comprometemos e também projeta o Estado na música erudita brasileira”.

Em sua sexta edição, o Prêmio Concerto é uma das mais importantes premiações do cenário da música erudita no Brasil. Os vencedores deste ano, tanto do voto da crítica quanto do voto do público, serão conhecidos na edição de janeiro/fevereiro de 2018 da “Revista Concerto”.

Voto popular

Além do voto da crítica, a premiação nas seis categorias – Ópera, Música Orquestral, Música de Câmara/Recital/Coral, Jovem Talento e CD/DVD/Livro, mais o Grande Prêmio – é aberta ao voto popular por meio da página da “Revista Concerto”, no Facebook. A votação está aberta até o próximo domingo (17) – acesse aqui para votar.

Os finalistas do Prêmio Concerto 2017 foram definidos após discussões e votações de um júri formado por especialistas da área musical. A banca contou com os jornalistas e críticos musicais Camila Frésca, Irineu Franco Perpetuo, João Luiz Sampaio, João Marcos Coelho, Nelson Rubens Kunze e Sidney Molina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here