Essencial Tipo...Você!

terça-feira, 26 março, 2019

Bolsonaro participa de cerimônia de troca de comando da Marinha

O presidente da República, Jair Bolsonaro, participou, nesta quarta-feira (9), da troca de comando da Marinha do Brasil. Em cerimônia no Clube Naval de Brasília, o Almirante de Esquadra Eduardo Barcellar Leal Ferreira passou o comando para o Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior.

Em seu discurso durante a troca de comando, Barbosa afirmou que a Marinha estará sempre pronta à defesa do Brasil em áreas importantes, como a Amazônia Azul, termo usado pela Marinha para se referir à costa brasileira, com 8,5 mil quilômetros de extensão e uma vasta biodiversidade de espécies. “Devemos estar sempre prontos a atuar como previsto no ordenamento jurídico nacional”, ressaltou. Como prioridades de sua gestão, citou o desenvolvimento de submarinos e a construção de navios patrulha de capacidade operacional plena.

Com 46 anos de carreira, Ilques apontou como prioridade de sua gestão atuar na capacitação de pessoal, principalmente diante dos avanços tecnológicos na área de defesa. “Nós temos que, cada vez mais, preencher o espaço da capacitação tecnológica. Temos que saber como interagir com isso”, afirmou ele, em entrevista a jornalistas. 

O novo comandante, que já recebeu condecorações e tem longa atuação militar, também afirmou que é importante aprofundar laços profissionais com países ocidentais, como os Estados Unidos. “É importante termos laços profissionais, tanto de ponto de vista da Marinha como do Exército e Aeronáutica, com países como Estados Unidos, França, Alemanha, Inglaterra, Itália, Espanha, Portugal”, afirmou. “É um assunto importante, que interessa à ciência e interessa ao brasileiro”, reforçou.

Solenidade

No evento, o presidente Jair Bolsonaro chegou em uma lancha da Marinha, chamada Amazônia Azul. Houve ainda a salva de 19 tiros de canhão, como parte da solenidade. O vice-presidente Hamilton Mourão e o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, também prestigiaram a troca de comando. Em seu discurso, o ministro mencionou avanços como o Programa Nuclear da Marinha e o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub). “Conquistas trarão flexibilidade ao setor operativo no cumprimento de suas tarefas”, ponderou.

Fonte: Planalto

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.