Quem vem acompanhando a cobertura da Copa até aqui, deve ter ouvido muitas vezes que “essa é a melhor geração da Bélgica em anos” ou “Cuidado com a Bélgica!”. Pois bem, nesta segunda-feira (18), os belgas fizeram jus às previsões e venceram a seleção do Panamá por 3×0, em Sochi.

A emoção começou antes mesmo do apito inicial: tanto torcedores como a seleção panamenha se emocionaram ao ouvir o hino do país tocado pela primeira vez em uma Copa do Mundo e protagonizaram cenas que certament entraram para a história da competição.

Mas com a bola rolando, a Bélgica foi superior durante toda a partida. O gol só veio no segundo tempo, quando o capitão Mertens pegou uma sobra e chutou de primeira em direção ao fundo do gol. Bélgica 1×0.

A seleção europeia aumentou a vantagem aos 23 minutos, de cabeça, com o centroavante Lukaku. Já sem força para segurar os belgas, o Panamá viu o placar aumentar seis minutos depois, após uma roubada de bola na defesa. Hazard puxou o contragolpe e deixou Lukaku livre para tocar na saída do goleiro.

Após o final do jogo, outra cena emocionou o mundo (e ilustra essa matéria): Lukaku, da Bélgica, e Escobar, do Panamá, se ajoelharam no campo, aparentemente rezando e agradecendo a vitória ou a oportunidade de jogar, enfim, uma Copa do Mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here