Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Liga dos Campeões Feminina retorna hoje com Super Champions

Oito clubes de cinco países disputarão o título europeu no País Basco, na Espanha, com confrontos em jogo único das quartas à decisão, dia 30

Publicado em

Prejudicado de forma agressiva pela pandemia de Covid-19, o futebol feminino voltará a ter protagonismo no encerramento da temporada europeia.

Começa nesta sexta-feira a fase final da Liga dos Campeões, que será disputada nas cidades espanholas de Bilbao e San Sebástian, no País Basco, com confrontos únicos até a decisão, no dia 30, mesmo formato adotado pela Champions masculina.

Oito times de cinco países jogarão em nove dias na busca pelo principal título de clubes na Europa.

Continua depois da publicidade

Leia também:

Vasco vence Ceará e vai à liderança do Brasileirão

Ferrari projeta estreia de Mick Schumacher na F1 em 2021

Nesta sexta, as quartas de final começam com o clássico espanhol Atlético de Madrid x Barcelona, no estádio San Mamés, e o Glasgow, surpresa do torneio, encarando o Wolfsburg, um dos favoritos ao título, no estádio Anoeta. As duas partidas serão às 13h (horário de Brasília).

Aprendemos muito com a final da última temporada, em Budapeste. Aquele sentimento de frustação depois de perder se torna agora uma força positiva – afirmou a atacante Alexia Putellas, do Barcelona, que perdeu a final da Champions ano passado para o Lyon.

Covid-19 tira cinco jogadoras do Atlético de Madrid

No Atlético de Madrid, o drama de última hora foi o surgimento de cinco casos de Covid-19 no elenco. Outro desfalque é a atacante brasileira Ludmila, suspensa.

Estamos tristes por não termos o grupo completo, porque nós somos uma equipe, mas estamos aqui unidas para levar isso adiante e fazer nosso sonho virar realidade – afirmou a capitã atleticana, Amanda Sampedro.

Os outros dois jogos das quartas serão no sábado, ambos às 15h (de Brasília): Lyon, atual tetracampeão europeu, contra o Bayern de Munique, no San Mamés; e Arsenal x Paris Saint-Germain, das brasileiras Formiga e Luana, no Anoeta.

Um dos grandes nomes do futebol feminino mundial, a atacante norueguesa Ada Hegerberg, que rompeu o ligamento cruzado do joelho direito em janeiro, está em fase final de recuperação mas ficou fora da lista de relacionadas do Lyon para as quartas de final.

Se no futebol masculino, o Campeonato Francês foi o único entre os principais da Europa a não retomar após a pausa provocada pela pandemia, em março, no feminino aconteceu o oposto.

Das grandes ligas, só a alemã retomou seus jogos e completou a temporada, com o Wolfsburg campeão.

Na França, Lyon e PSG voltaram no início de agosto para disputar as semifinais e, depois, a decisão da Copa da França, vencida pelo Lyon nos pênaltis.

Fonte: GE

Categoria

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em
X