Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Corinthians e Palmeiras abrem disputa da final do Paulista

Publicado em

A disputa do Campeonato Paulista chegou na reta final. Na noite de quarta-feira, o Corinthians recebe o Palmeiras em sua Arena na primeira partida da decisão. O Derby está marcado para às 21h30 (de Brasília).

As duas equipes se enfrentam após o clima esquentar fora de campo ao longo dos últimos dias, com polêmicas envolvendo a arbitragem e o protocolo de segurança estabelecido por conta da Covid-19.

No domingo, o ex-jogador Edu Dracena, que agora exerce o cargo de assessor técnico do Palmeiras, disse em entrevista ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, que espera que o confronto seja decidido dentro de campo, sem interferências da arbitragem.

Continua depois da publicidade

“Não vou citar aqui, porque todo mundo já sabe o que aconteceu. Tomara que possamos estar falando no sábado do jogo, um jogo bonito, decidido dentro de campo, entre os 22 jogadores. E não ficar falando de lances polêmicos para não estragar o campeonato”, disse o ex-zagueiro.

Leia também: Ceará derrota Bahia e é campeão da Copa do Nordeste pela 2ª vez

Pelo lado corintiano, tanto Ramiro quanto Gabriel tentaram se esquivar do assunto arbitragem e evitaram responder o dirigente do Palmeiras.

Arbitragem

“Para apitar um clássico você precisa ter currículo, uma rodagem. Eu tenho certeza que os árbitros que estarão nas finais e na cabine do VAR são capacitados para estar lá. Essa declaração (do Edu Dracena) eu não vou responder porque não pensamos nisso, não estamos preocupados, a gente pensa no que o Corinthians vai fazer dentro de campo”, disse Gabriel.

Já na segunda-feira, o ambiente ficou ainda mais conturbado com a notícia de que o Corinthians não estava disposto a realizar os testes para Covid-19 na véspera da partida.

Em sua defesa, o clube respondeu que cumpriu o protocolo estabelecido pela Federação Paulista de Futebol, ao contrário do Palmeiras, que não teria mantido os jogadores em confinamento.

Dentro de campo, o Corinthians chega embalado após quatro vitórias consecutivas. Desde a retomada do futebol, o Alvinegro bateu Palmeiras, Oeste, Red Bull Bragantino e Mirassol. Em nenhuma das partidas o gol de Cássio foi vazado.

Com o objetivo de manter a sequência positiva, Tiago Nunes não deve fazer grandes mudanças na equipe. A tendência é que a base das escalações dos últimos jogos seja mantida.

Do outro lado, o Palmeiras chega mordido pelo duelo da primeira fase do estadual, quando saiu derrotado pelo rival por 1 a 0 na primeira partida após a retomada da competição.

De lá pra cá, o Verdão embalou três vitórias seguidas, e vem com a melhor campanha da competição para tentar o título.

Dentro de campo, a principal mudança neste período aconteceu no meio-campo, com a consolidação dos garotos Patrick de Paula e Gabriel Menino, balanceada com a experiência de Ramires.

Banco de reservas

O talento e a vitalidade dos jovens atletas chamaram a atenção dos palmeirenses, que viram estrelas como Bruno Henrique, Gustavo Scarpa e Lucas Lima no banco de reservas.

Se a afirmação dos garotos aparece como um ponto positivo, a notícia ruim no Verdão é a provável ausência de Felipe Melo na zaga.

Crucial tanto para o momento defensivo como para a saída de bola, o jogador sentiu uma lesão muscular na coxa esquerda na semifinal contra a Ponte Preta e não deve jogar a partida de ida da decisão. O departamento médico palmeirense tenta recuperá-lo para o jogo de volta.

Por fim, a última dúvida de Vanderlei Luxemburgo está na lateral-esquerda. Titular da posição, Matías Viña sofreu sofreu uma concussão no Derby da primeira fase e desfalcou a equipe no últimos jogos.

Porém, desde segunda-feira o uruguaio treinou normalmente, com um capacete para proteção, e pode retornar à equipe titular.

Fonte: Gazeta Esportiva

 

Categoria

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em
X