Brasil leva quatro ouros nesta terça
Guilherme Costa, Iranildo Espindola e Aloisio Junior tiveram mais trabalho e venceram o Chile por 2 a 1 na disputa por equipes masculinas das classes 1-2. (Foto: CBTM)

O Brasil deu show no tênis de mesa dos Jogos Parapan-Americanos de Lima. Nesta terça-feira, o país chegou às cinco finais por equipes e faturou quatro ouros e uma prata.

Assim, o Brasil disparou no quadro de medalhas da modalidade e fechou a competição no Peru como líder, com nove títulos, além de seis pratas e nove bronzes.

O resultado mantém o Brasil como número 1 das Américas na modalidade. No Parapan de Toronto, em 2015, foram 15 ouros, 10 pratas e 4 bronzes.

Foto: Daniel Zappe/EXEMPLUS/CPB

O número de medalhas brasileiras caiu, mas também houve uma diminuição do número de provas.

A chuva de ouros desta terça começou com as mulheres. Joyce Oliveira, Marliane Santos e Thais Severo venceram o México por 2 a 0 nas classes 2-5.

Guilherme Costa, Iranildo Espindola e Aloisio Junior tiveram mais trabalho e venceram o Chile por 2 a 1 na disputa por equipes masculinas das classes 1-2.

Foto da medalha de ouro do amazonense Guilherme Costa

O terceiro ouro veio com Carlos Carbinatti, Diego Moreira e Claudio Moura, que venceram o Chile por 2 a 0 nas classes 9-10. Paulo Salmin, Francisco Melo e Luiz Manara fecharam a conta com o título das classes 6-8 com uma vitória por 2 a 0 sobre os Estados Unidos.

Guilherme Costa, Iranildo Espindola e Aloisio Junior conquistam o Ouro nas classes 1-2. (Foto: CBTM)

A única equipe brasileira que não ficou com o título foi a das classes 3-5. David Freitas, Welder Knaf e Eziquiel Babes tomaram 2 a 0 do Chile na final e acabaram com a prata.

Nas disputas individuais, foram cinco títulos: Paulo Salmin (classe 7), Luiz Manara (classe 8), Carlos Carbinatti (classe 10), Joyce Oliveira (classe 4) e Danielle Rauen (classes 8-10).

Luiz Manara foi campeão individual e por equipes em Lima — Foto: Daniel Zappe/EXEMPLUS/CPB
Luiz Manara foi campeão individual e por equipes em Lima — Foto: Daniel Zappe/EXEMPLUS/CPB

O Chile foi o segundo colocado do quadro de medalhas do tênis de mesa, com quatro ouros. México teve três títulos, Argentina dois, Cuba um e Estados Unidos um.

Leia Também: Tudo ou nada! O cenário das quartas de final da Libertadores e onde ver
Fonte: Globo Esporte

 

 

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.