Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Brasil derruba os Estados Unidos pela Liga das Nações

Publicado em

A consistência que faltou diante da Alemanha sobrou contra os Estados Unidos. Errando menos, o as meninas do Brasil dominaram as fortes americanas, perderam apenas um set e venceram mais uma na Liga das Nações.

Em Lincoln, na casa das rivais, Gabi e Paula deram o tom no ataque, e a seleção foi bem para vencer por 3 sets a 1, parciais de 25/19, 25/17, 22/25 e 25/20 em 1h55min de partida.

Foi apenas a segunda derrota dos Estados Unidos, que tem sete vitórias no torneio. Gabi terminou o confronto com incríveis 26 pontos, liderando a seleção.

Continua depois da publicidade

Com o resultado, o Brasil venceu a sexta partida em nove duelos na Liga das Nações. O time é o sexto colocado na fase de classificação do torneio. As americanas estão em terceiro.

Natália ataca diante da marcação americana — Foto: Eric Francis/FIVB

Os seis primeiros garantem um lugar na fase final. A China, atual quarta colocada, já está garantida por sediar o evento.

O Brasil volta à quadra no dia 11 de junho, terça-feira, diante do Japão, já pela quarta semana da fase de classificação da Liga das Nações.

A partida acontece em Tóquio, na casa das japonesas, às 7h10, horário de Brasília. O SporTV transmite e o GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real.

O jogo

O equilíbrio foi a tônica da primeira parcial. O Brasil explorava bem Natália, e a capitã acertou linda bola por cima do bloqueio para abrir 5 a 4.

Em ataque de Mara em mais uma bola rápida, o Brasil colocou 8 a 7 no primeiro tempo técnico. Kelsey Robinson e Natália dominavam as ações no ataque, com quatro pontos para cada lado.

Com Bia no saque, a seleção bloqueou com Gabi e teve 14 a 12 na parcial. E, novo bloqueio, agora com Macris, a seleção novamente esteve à frente na parada: 16 a 13.

Consistente, o Brasil contou com erros das americanas para ter ainda mais folga, colocando 20 a 15. Mais tarde, fechou o set em 25 x 19.

Ataque brasileiro funcionou contra as americanas nesta quinta-feira — Foto: Eric Francis/FIVB

O segundo set manteve a tônica do primeiro. Em “medalha” de Paula em cima de Jordan Larson, o Brasil colocou 8 a 6 no primeiro tempo técnico.

Parando Larson no bloqueio, Paula voltou a aparecer para abrir 11 a 8 para as brasileiras. Com Mara no saque, o Brasil ficou à frente também na segunda parada, com 16 a 11.

Sem dar mole para as americanas e mantendo-se bem no saque e no bloqueio, o Brasil fechou o set em 25 x 17 e abriu 2 a 0 na partida.

As americanas acordaram no terceiro set. Equilibraram as ações e viraram bolas com Andrea Drews e Kelsey Robinson.

Na indefinição de Léia e Gabi, os Estados Unidos viraram em 8 a 6 o primeiro tempo técnico. O Brasil passou a errar mais e o bloqueio diminuiu seu índice de acerto. Zé Roberto Guimarães parou o jogo com 13 a 10 para as rivais no set.

No segundo tempo técnico, os Estados Unidos seguiam em vantagem com 16 a 12. Com 20 a 14 no placar para as americanas, o Brasil esboçou reação com três pontos seguidos de Gabi, trazendo para 20 a 17. A seleção ainda forçou o ritmo, mas as americanas fecharam em 25×22.

Assumindo a responsabilidade no último set, Gabi passou a virar praticamente tudo. Chegando aos 24 pontos, colocou o Brasil com 8 a 6 no primeiro tempo técnico.

Precisando forçar para buscar o jogo, as americanas chegaram ao 21º erro, dando ao Brasil a parcial de 14 a 11.

Sem dar mole, as brasileiras focaram novamente, e Mara, no bloqueio, colocou 18 a 14 no quarto set. Lorenne, em bloqueio importante, deixou o Brasil perto da vitória com 23 a 20. Gabi, em ataque, terminou com o jogo ao fechar em 25 x 20, dando o triunfo ao Brasil em cima das americanas.

Leia Também: Afastamento de Mauro Naves causa “Climão” nos bastidores e colegas temem demissão
Fonte: Globo Esporte

 

Categoria

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em
X