Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Vivendo o Amor

Publicado em

Quais as suas formas de demonstrar amor, carinho e afeto?

Falar de amor, algo tão subjetivo e profundo, se torna um grande desafio, uma vez que quando falamos de amor, racionalmente, nosso cérebro está vibrando entre 14 e 30Hz por segundo, no entanto, quando estamos sentindo e demonstrando amor em toda sua plenitude, essa emoção gera uma vibração num nível de 500Hz por segundo, ou seja, se tudo no Universo é vibração, o Universo capta muito mais facilmente o que sentimos, não o que somente verbalizamos, sem emoção.

A mensagem que fica refletindo sobre esse grande ensinamento da natureza é que temos que fala menos de amor, carinho, afeto, gratidão, perdão, e temos que sentir e demonstrar mais, porque ao nos permitirmos sentir plenamente, vamos transbordar, afinal, ninguém dá o que não tem, não é mesmo?

Continua depois da publicidade

Imagem: Reprodução

Quando falamos de amor, normalmente é do amor romântico ou amor entre pais e filhos, raramente dialogamos sobre o amor genuíno, o amor fraternal, o amor total.

Para mim faz todo sentido que quando fomos gerados, todos recebemos a sementinha do amor na forma de dons que se devidamente cultivados ao longo da nossa formação, irão florescer e frutificar.

Esses frutos são uma manifestação do amor através dos nossos talentos. Quando falo em talentos, não estou falando somente de talentos artísticos, mas do amor presente e sendo manifestado a serviço de tudo e de todos.

Exemplos: uma refeição feita com amor, um atendimento de uma vendedora quando ama o que faz, quando você estuda com um professor que coloca amor no que ensina, um diálogo entre pessoas com a presença do respeito, compreensão, compaixão, carinho, amor etc.

Imagem: Reprodução

Em última instância, nosso propósito primário é despertar o amor em tudo e em todos os lugares.

A maioria de nós vê o amor como algo que temos que buscar fora de nós. Mas quando mudamos o sentido do que é o amor e tomamos consciência que nós somos o amor, começamos a compreender.

Como bem disse Einstein e também encontramos na Bíblia, “O amor é a força mais poderosa do Universo”, pode curar, inspirar e nos aproximar do Eu Superior e não importa o quanto damos, a nossa fonte interna de amor nunca seca.

Costumo dizer que quanto mais compartilhamos amor, carinho e afeto, mais teremos.

O amor é dom eterno, imprescindível para nós e para tudo e todos que nos cerca. Vivendo o verdadeiro amor, o amor genuíno, encontramos a nós mesmos, pois a essência do nosso ser é puro amor.

A ocitocina é o hormônio do amor? | Ciência | EL PAÍS Brasil
Imagem: Reprodução

Convido você a repetir mentalmente, ao despertar todas as manhãs, junto com as suas orações matinais: “Hoje amarei a tudo e a todos com quem eu tenha contato”.

E pratique viver o amor, agora, simplesmente presenteando a todos que encontrar com um sorriso, com uma palavra amável, de consolo, fazendo da gentileza seu cartão de visitas, se dando conta que o maior presente que você pode dar é ser amor.

Por: José Eduardo Tófoli

Autor do livro “O que te impede de Viver Feliz?” e “Farol da Sabedoria.”
Youtube: JOSÉ EDUARDO TÓFOLI
Instagram: @joseeduardotofoli

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em
X