Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Oxímetro: o que é, para que serve e tipos

O uso do aparelho pode ajudar no controle da saturação de oxigênio em diversos pacientes

Publicado em

O oxímetro é um aparelho utilizado para medir a saturação de oxigênio das células que transportam esse elemento para os nossos tecidos.

Além do uso comum em hospitais e clínicas médicas, também é possível ter um oxímetro em casa, realizando a avaliação através de diferentes tipos de dispositivos, como o oxímetro de dedo ou o oxímetro pulso.

Para que serve o oxímetro

O aparelho serve, principalmente, como um sinal de alerta e controle para pacientes que apresentam quadros delicados de saúde. Harry Correa Filho, diretor de comunicação da Sociedade Brasileira de Cardiologia, explica que uma pessoa saudável deve ter uma saturação de oxigênio entre 95% e 100%.

Continua depois da publicidade

Caso haja doenças de base, como complicações pulmonares ou cardiopatia congênita, a saturação já pode estar naturalmente comprometida.

Com a pandemia do novo coronavírus, as buscas pelo oxímetro se intensificaram, fazendo com que muitas pessoas passassem a ter o aparelho em casa.

Entretanto, de acordo com Henry, essa medida só deve ser tomada por quem recebeu alta médica após a contaminação por COVID-19, mas ainda segue no grupo de risco, como:

  • Obesos
  • Pessoas acima de 60 anos
  • Cardiopatas
  • Pacientes com hipertensão
  • Pacientes com diabetes
  • Imunodeprimidos

“Se o diagnóstico clínico liberou que o paciente voltasse para casa e a tomografia não apontou lesões pulmonares graves (-25% de lesões), o oxímetro pode ser utilizado em domicílio para acompanhar a saturação de oxigênio”, conta o especialista.

Como usar

O cardiologista Henry Filho explica que, para usar o oxímetro, é preciso estar em repouso, sentado e em uma posição que coloque o dedo abaixo da linha do coração. A unha não pode estar pintada, portanto, é recomendado a remoção de esmaltes antes do exame.

Caso a primeira medição apontar um número abaixo dos 95%, o valor não deve ser considerado, já que é possível a apresentação de erros no primeiro uso.

O médico recomenda aguardar alguns minutos em repouso e fazer a avaliação novamente, para confirmar o número dado pelo aparelho.

Se o paciente continuar apresentando saturação baixa, o indicado é que ele procure o hospitalmais próximo, a fim de avaliar a causa do resultado.

Tipos:

Oxímetro de dedo

Foto: shutterstock/Tikhonova Yana
Foto: shutterstock/Tikhonova Yana

Essa é a versão mais popular do dispositivo. O oxímetro é colocado no dedo indicador do paciente na hora de realizar a avaliação, que através de uma luz emite sensores que medem a saturação de oxigênio.

Nesse método, é recomendado que as unhas do paciente não contenham esmaltes, para que não haja interferências no resultado.

Oxímetro de pulso

Foto: shutterstock/James Kappernaros
Foto: shutterstock/James Kappernaros

Assim como a versão anterior, esse tipo de oxímetro também é colocado no dedo, com o relógio medidor amarrado no pulso.

A principal diferença é que o aparelho emite uma luz na região que tem a capacidade de monitorar o fluxo sanguíneo, medindo a porcentagem de oxigênio no corpo.

Oxímetro infantil

Foto: shutterstock/FamVeld
Foto:shutterstock/FamVeld

Não há diferenças nos aparelhos usados em crianças e adultos. Na hora da medição, principalmente em pequenos que apresentam doenças cardiológicas, asma ou obesidade, o cardiologista Henry Filho afirma que o pediatra deve definir se há necessidade de possuir um oxímetro em casa ou não.

“No geral, não se deve usar o aparelho em crianças sem uma avaliação clínica anterior”, afirma o especialista.

Oxímetro: preço

O valor do aparelho varia de acordo com o tipo de modelo escolhido, assim com a marca. Geralmente, um oxímetro custa entre R$ 70,00 e R$ 80,00.

Antes de adquirir o produto, é importante verificar se o dispositivo possui a certificação dada pelo INMETRO – órgão responsável por avaliar a eficácia e segurança de mercadorias.

Fonte: Minha Vida

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em
X