Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

O julgamento implacável; fuja o quanto antes!

Publicado em

Desde nossa tenra idade somos influenciados pelo “olhar” dos outros, seja com os pais, quando emitem opiniões sobre nossas posturas, ou não aprovam alguma atitude, professores quando fazem algum comentário na frente dos colegas ou nossos amigos e familiares mais próximos.

Acabamos por incutir em nossa mente como verdade aquilo que foi dito, mesmo que a opinião seja completamente fora da nossa realidade.

O autojulgamento atrelado com a exposição, são um prato cheio para o apetite da opinião alheia.

Continua depois da publicidade

Todos os dias tomamos decisões, tais escolhas poderão ser profissionais, sociais ou familiares e elas possuem algo em comum: Partem de nós mesmos.

Pensamentos e opiniões opostos às nossas decisões são parte da rotina diária de quem se socializa; o problema poderá ocorrer quando criamos pensamentos distorcidos sobre o que os outros pensam sobre nós.

Temos medo da exposição e das possíveis críticas e acabamos por nos paralizar ou deixamos de emitir nosso ponto de vista.

Imagem: Reprodução

Muitas vezes, somos o centro das atenções, nessa hora, poderemos ter duas reações, uma negativa, visando a distorção da realidade ou a positiva, quando sabemos que estamos apenas nos apresentando com domínio e consciência do que será dito.

E o que os outros criticam, importa?

Perceba que a “ameaça” ocorre quando o gatilho dispara dentro de nós, somos bombardeados com a inversão dos fatos reais, criamos fantasias, medos, sensações paralisantes antes mesmo de emitirmos a primeira palavra. O corpo reage com o pânico, sudorese, ansiedade e até tremores poderão ocorrer.

Quero te sugerir que antes de você distorcer seus pensamentos deveria lembrar de alguns pontos importantes:

Primeiro: Não agradamos à todos, muitas vezes, a inveja é mostrada como crítica à você.  Faça mesmo assim o que deve ser feito corretamente.

Segundo: Você não controla a outra pessoa ela é livre, poderá até lhe criticar, mas, na verdade, de forma subconsciente expõe sobre si mesmo.

Terceiro: Você não controla o pensamento dos outros, observe o que é realidade ou imaginação. Não fique criando possibilidades negativas ou repetindo na mente como se fosse um filme, cenas de fracassos e derrotas.

Acredito que algumas pessoas criticam demasiadamente, são maquiavélicas em julgar o outro, tentam ver o lado negativo de tudo. Elas estão inclusive em nossos lares, cuidado!

Imagem: Reprodução

Perceba que reclamarão da sua roupa sendo branca, azul ou verde, do seu transporte, da sua mobília ou daquele lugar que você frequenta.

Mesmo que exista um sorriso sarcástico, um dedo apontado ou alguém tentando lhe sabotar, continue mesmo assim.

Saiba que suas decisões poderão mudar para melhor a vida de muitos que lhe criticam.

Somos emoção, maravilhados com os elogios, motivados pelos reconhecimentos e moldados por essas críticas.

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em