EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Além dos muros: conheça o artista urbano Sanches

Publicado em

A Arte Urbana (street art, em inglês) é um tipo de arte encontrada nos espaços urbanos. Manifesta-se por meio de intervenções, performances, grafite, teatro, dentre outras.

Na prática, a arte urbana representa o encontro da vida com a arte, pois a fusão de ambas se dá naturalmente, na medida em que o ser humano vive e se desloca pela cidade.

E novos nomes vem se consagrando, tendo suas obras expostas em renomadas galerias de arte contemporânea.

Além dos muros: conheça o artista urbano Sanches. (Foto: Reprodução)
Além dos muros: conheça o artista urbano Sanches. (Foto: Reprodução)

De São Paulo para o mundo, assim podemos definir o artista Sanches, que teve seu primeiro contato com o grafite aos 14 anos, mas mergulhou de cabeça aos 18 quando entrou na faculdade de Arquitetura e descobriu o mundo da tipografia.

De lá pra cá aperfeiçoou suas técnicas, inspirações e emoções que lhe renderam uma carreira deslumbrante no mundo artístico.

Com um olhar marcante para arte, através de traços exclusivos, Rafa tem se tornado uma das grandes apostas da nova geração de artistas que está crescendo no Brasil.

E é com todo seu conhecimento e inspiração que hoje ele fala para o Portal Tipo Manaus:

Além dos muros: conheça o artista urbano Sanches. (Foto: Reprodução/Instagram)
Além dos muros: conheça o artista urbano Sanches. (Foto: Reprodução/Instagram)

Qual foi seu primeiro contato com a arte?

Não lembro do primeiro. Mas lembro das aulas de pintura em tela na 4a série, lembro de montar lego sem respeitar o manual, de criar peças em aço na ferramentaria do meu avô, de riscar as paredes. Lembro até de criar um jardim. Acho que a arte já estava comigo em todos esses lugares da minha infância.

E a decisão de viver da arte?

Com 14 anos me apaixonei pela tipografia, lembro dos cadernos de desenho e pichações, ali a arte já fazia sentido para mim de alguma maneira. Com 18 anos entrei na faculdade de Arquitetura.

Até hoje não consigo dizer o porque dessa escolha, parece que veio comigo de muitos anos, ou já estava ali. E ali eu já estava envolto a arte muito antes de pensar em vender um quadro.

Lembro do primeiro quadro que vendi a R$25,00 para um amigo, eu estava no terceiro ano da faculdade e trabalhava num escritório de engenharia civil enquanto desenhar e criar eram o hobby, a fuga.

Usei algum senso estético que a arquitetura me proveu juntei com as tipografias que sempre amei e ali tudo mudou. Lembro de mim conversa comigo mesmo: olha, da pra ganhar dinheiro fazendo o que você realmente ama.

Lançamento da BMW X2 (Foto: Reprodução/Instagram)
Lançamento da BMW X2 (Foto: Reprodução/Instagram)

Nos últimos anos, o questionamento e a interpretação das palavras pelo ex-estudante de arquitetura, resultou em obras que compõem os mais diferentes cenários e labels, como Google, Music Motion, Nike, Coca-Cola e Northface, a parceria com o DJ Vintage Culture e um mural pintado na main street de Wynwood, em Miami, e uma pintura na x2 para um lançamento nacional da BMW no Brasil.

Além disso, as suas obras já fazem parte do décor de casas de celebs como Anitta, Neymar e até do DJ americano Steve Aoki.

Para Sanches, a arte é: “embora com alguma frequência a arte não seja nada mais do que um ato de catarse, trazendo alivio aos anseios mais profundos da minha alma, a arte em sua forma mais pura é a extensão da alma. Talvez a interpretação da vida, a tradução de toda experiência humana, uma expressão das nossas emoções”.

Ele destaca que muitas pessoas olham superficialmente para os trabalhos dos artistas ainda em vida, seja dos mais consagrados aos iniciantes.

E ressalta que para conhecer como real um artista, não basta só olhar, é preciso ler, escutar, refletir, estudar e a internet é uma excelente ferramenta para ajudar.

Além dos muros: conheça o artista urbano Sanches. (Foto: Reprodução)
Além dos muros: conheça o artista urbano Sanches. (Foto: Reprodução)

Quais as suas principais referências?

“Meu trabalho sempre foi muito empírico, vou criando e analisando dentro dos processos o que curto mais e sempre tentando achar algo que ainda não foi feito. Alguma técnica nova, algum material que não usei… Mas se fosse para nomear alguns, começaria pelo Basquiat. Tenho uma conexão bem grande com ele, que saiu das ruas e foi para grandes galerias e sempre esteve rodeado de pessoas da música. Coisa que acontece comigo. Estar no meio musical é importante pois vou observando, analisando como surgem as ideias e como produzem os materiais. Dos artistas mais novos, o Felipe Pantone faz um trabalho de ultra dinamismo que me fascina. Criou um estilo que nunca ninguém fez”.

Como começar uma coleção de arte? 

“O caminho é frequentar galerias. Reparar nos muros da cidade, ver os nomes de quem está ali e a partir disso identificar suas preferências. O que te toca e escolher pelo sentimento. Não interessa se custa R$30 mil ou R$500, se é de um artista reconhecido ou de alguém que está começando. As obras são como filhos e para adquiri-las tem que ser com o coração. Não existe uma regra. Aliás, tem uma tela que fiz há três anos em parceira com um amigo tatuador e é meu xodó. Não me desfaço de jeito nenhum.”

Obra de Rafael Sanches (Foto: Reprodução)
Obra de Rafael Sanches (Foto: Reprodução)

Qual mensagem você deixa para outros jovens, que querem começar a fazer ou já estão espalhando seus traços pela cidade?

Rala que rola. Eu me abdiquei de muitas coisas para estar onde estou hoje, aos 23 anos enquanto meus amigos saiam para balada eu ficava no ateliê evoluindo alguma peça.

A Arte sempre foi minha primeira paixão, mas nunca teria conseguido viver dela com tranquilidade atualmente se não tivesse trabalho e estudado o dobro do que normalmente as pessoas fazem.

Por fim, Rafa afirma que sempre vai faltar alguma coisa, e ao mesmo tempo busca incessantemente aquilo que deseja fazer.

“Ainda tenho muito a executar pela arte e além, o segredo pra mim é sempre ir fazendo. Sempre soa clichê quando eu falo isso, mas o meu sonho sempre foi levar o meu trabalho para o maior número de pessoas possível no mundo. E mais do que isso, conseguir buscar uma reflexão um pouco mais profunda daqueles que ainda só conseguem enxergar valor estético na arte”.

Além dos muros: conheça o artista urbano Sanches. (Foto: Reprodução/Youtube/Vevo)
Além dos muros: conheça o artista urbano Sanches. (Foto: Reprodução/Youtube/Vevo)

Para conferir mais das obras do Sanches e de toda sua trajetória profissional é só acessar o site: Sanches.

Leia Também: Entrevista com o jovem empreendedor Fábio Monteiro

 

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em
X