Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Como conseguir um emprego em tempo de crise

Publicado em

Mesmo antes da pandemia por Covid-19, o país já apresentava uma alta taxa de desemprego.

Com a crise gerada pela crise sanitária, que motivou uma série de restrições sociais, acabou por atingir em cheio todos os setores produtivos do país, ocasionando fechamento de empresas e demissões em massa.

Passada a primeira onda, o país busca sua recuperação e o crescimento. E, seus cidadãos desempregados, um emprego desesperadamente.

Continua depois da publicidade

Pensando nisso, resolvemos escrever esse artigo, elencando uma série de pequenas atitudes, que podem fazer uma grande diferença na hora de criar um diferencial competitivo na busca por uma colocação no mercado.

Como conseguir o primeiro emprego sem experiência | Na Prática
Imagem: Reprodução

Por isso, se seu foco é encontrar uma colocação satisfatória, atente para os seguintes detalhes:

Preparo mental: consciência de seu potencial

Quando se deseja alcançar um objetivo, a jornada começa na mente. O primeiro passo é limpar os horizontes do que não se quer e se abrir às perspectivas para o que você realmente deseja na sua carreira profissional.

Tenha uma imagem clara das suas metas, que devem estar apoiadas em uma base realística. Elabore um memorial descritivo do que realmente procura e quais desafios está realmente disposto a enfrentar.

Estabeleça o foco: aponte para o alvo certo

Com essas informações definidas, foque no ramo de atuação desejado e investigue as empresas mais importantes nas quais você gostaria de ser entrevistado e futuramente trabalhar.

Faça uma varredura nos diversos benefícios oferecidos, bem sobre a imagem da empresa entre os funcionários. Sé essa avaliação já dá para eliminar várias empresas que não preencham esses requisitos.

Avalie o terreno

Após afunilar as opções, comece a entender melhor as empresas filtradas pelos requisitos estabelecidos e quais as áreas de atuação, bem como a política interna e estrutura corporativa de cada uma delas.

Imagem: Reprodução

É sempre importante se preparar para entrevistas conhecendo bem onde se está pisando para evitar desencontros entre seu interesse e o do contratante.

Descubra quem é o responsável pelos setores

Cortar caminhos de maneira inteligente pode diminuir o tempo para encontrar uma vaga e também garantir melhor posicionamento.

É bem melhor contatar um gerente do que um assistente, portanto, se obtiver sucesso nem que seja para entregar um currículo em mãos, já será uma grande vantagem.

É importante, porém, que tudo seja feito com respeito e objetividade, tendo em mente que ganhar atenção é só o começo e que um bom currículo é que despertará o interesse de quem contrata.

Elabore um currículo adequado

O currículo deve ser completo, porém objetivo. Evite gracejos inoportunos, ainda que a empresa seja mais descontraída.

Imagem: Reprodução

Claro, há ramos como o da Publicidade em que a criatividade conta muito, mas mesmo assim, é sempre aconselhável saber se até na hora de ser original você não está sendo infantil ou demasiadamente alegórico.

Evite também um currículo muito padrão, como tivesse copiado online e mudado as informações. Cite suas qualidades e conquistas, sendo essa última de forma detalhada nos pontos mais relevantes para a vaga.

Relacionamento: entre em contato

É aconselhável junto com o currículo mandar uma rápida mensagem sobre sua intenção de candidatar-se. Invista em personalização, evitando tom de intimidade logo de primeira.

Seja autêntico e respeitoso, como se estivesse falando com o seu futuro chefe. Na hora de telefonar, evite exageros na quantidade de vezes.

Ligue o suficiente para conseguir falar com o responsável pela vaga e peça para retornar caso tenha interesse, não cometendo o erro de parecer estar apressando o selecionador. Também não deixe esfriar o contato mostrando interesse pela vaga.

Seja facilmente encontrado

Na hora de mandar um currículo, tente ir pelos canais mais “tradicionais” fornecendo telefone fixo, e-mail e celular.

Verifique também se o e-mail não está com filtro muito restrito para spam, pois alguns e-mails com resposta de possíveis entrevistas podem cair na lixeira. Use provedores conhecidos e confiáveis.

Mantenha o foco e a perseverança

De repente, a demora na resposta possa ser somente pelo fato de haver muitos candidatos. Mas pode também ser que o selecionador esteja esperando um empenho do candidato.

Imagem: Reprodução

Para isso, mande e-mails ou telefone após cada fase de entrevista para saber se passou para o outro estágio. Peça a gentileza de avisarem mesmo que você não tenha passado; alguns empregadores entendem isso como interesse profissional e isso também facilitará muito na hora de partir para outras entrevistas.

Caso não tenha sido chamado para uma vaga, tente outras com entusiasmo e foco, sem perder a energia.

Use sua rede de contatos

Construa um networking bem feito, deixando amigos e colegas de antigos trabalhos conscientes de seu desemprego. Fica mais fácil encontrar vagas quando muitos outros ajudam a procurar ou indiquem você em suas respectivas empresas.

Tenha algum para investir

Guarde dinheiro para passagens, lanches, xerox e outras despesas na procura de emprego. A pior coisa é ter que tomar conduções ou mesmo pagar gasolina e não ter o suficiente para investir.

Um dos requisitos importantíssimos para se alcançar um objetivo é nunca desistir. A persistência é a qualidade encontrada em todos os vencedores. Por isso, a cada dia renove suas esperanças e, principalmente, aja.

Por: JB Santos

JBSantos é graduado em Marketing Pela UNINORTE – Laureate International Universities. Diretor do Instituto Brasileiro de Educação e Desenvolvimento da Comunicação e Membro Conselheiro da Câmara Brasileira de Cultura, representante da entidade no Estado do Amazonas.

Contatos: Instagram: @ibedc.oficial Facebook: /jbsantosmaster WhatsApp: (92)982012859

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em
X