Chinese (Simplified)EnglishFrenchJapanesePortugueseSpanish

Aluguel de móveis: Um serviço para facilitar e variar a decoração

Empresas fazem curadoria de móveis de design e alugam por tempo determinado

Publicado em

Você gosta de variar os móveis e a decoração da casa ou costuma se mudar com frequência? Então, irá gostar de conhecer o serviço de aluguel de móveis por assinatura.

A proposta é simples: ao invés de comprar os itens para mobiliar a casa, você pode alugar e devolvê-los quando se cansar da decoração ou simplesmente não puder mais ficar com ela.

Leia também: Dicas para a sua decoração de Halloween 2020

Continua depois da publicidade

Isto é ótimo, por exemplo, para quem irá ficar por um determinado período em um imóvel e depois se mudar novamente.

Afinal, as medidas entre as casas variam e você pode não querer ter o trabalho de ter que contratar um caminhão de mudanças para transportar tudo. E, ainda: se os móveis fossem seus e você tivesse que desapegar deles, teria que vendê-los ou guardar em um armazém.

Aluguel de móveis para casa no Brasil

Cadeira e mesa de escritório
Aluguel mensal de móveis de escritório para casa: uma cadeira (a partir de R$ 44) e mesa (a partir de R$ 52)

Pensando nesta demanda, algumas empresas estão se dedicando a atender este mercado, como a Ikea, que quer pegar parte desta fatia ao longo deste ano.

É o caso também da brasileira Tuim, fundada pela empreendedora Pamela Paz. A startup tem uma proposta simples: arquitetos fazem uma curadoria de móveis de design e os disponibilizam no site da empresa.

Você, cliente, escolhe quais têm as medidas e a cara da sua casa e os aluga por um período determinado. Quanto mais tempo você ficar com os móveis, menor é o valor do aluguel, cobrado mensalmente. A Tuim envia as escolhas para a sua casa, monta e desmonta os móveis e os busca novamente quando você não precisar mais deles.

Dois berços de madeira
À esquerda, berço desmontável (R$ 94 por mês o aluguel), e, à direita, berço de madeira (R$ 183 por mês o aluguel) (divulgação/Tuim/Casa.com.br)

Um dos ambientes que pode ser mobiliado desta maneira, por exemplo, é o quarto do bebê, afinal, depois que a criança cresce, o berço pode perder a utilidade — no site, há opções de berços desmontáveis para acomodar o bebê a partir de R$ 94 por mês.

E, para quem está trabalhando em casa temporariamente, também é uma boa pedida: o aluguel mensal de uma cadeira de escritório custa a partir de R$ 44 e o de uma mesa R$ 52. Atualmente, a empresa está atendendo apenas a Grande São Paulo.

Economia compartilhada

Cadeiras de linho rústico
Cadeiras de linho rústico podem ser alugadas por R$ 46 o mês (Divulgação/Tuim/Casa.com.br)

A ideia de Pamela veio da John Richard, empresa de sua família que já alugava móveis, mas com foco principal no mercado empresarial, assim como sua concorrente, a Hub móveis.

A Tuim, porém, foi criada pensando no consumidor final, unindo o conceito de economia compartilhada ao de as a service — ou seja, o mobiliário oferecido como um serviço e algo rotativo da casa, não mais como um item permanente.

Se você não quiser “desapegar” das escolhas, tudo bem: pode estender o aluguel por mais tempo.

A manutenção deles, como o desgaste pelo tempo de uso, está garantida no valor. Ideal para você que quer mudar de casa ou móveis como muda de roupa, mas sem tirar a cara de “lar” e a beleza dos espaços.

Fonte: Casa.com.br

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia mais em
X