Exposições: Geo+metria e Parintins em Cores
Exposições: Geo+metria e Parintins em Cores (Foto: Divulgação)

Mês de junho está aí e com ele Manaus ganhou duas exposições compostas por trabalhos de artistas parintinenses. A Geo+metria, que mostra experiências estéticas sobre o abstracionismo moderno e Parintins em Cores, que retrata o cotidiano regional deste município. 

A remontagem de Geo+Metria ganhou espaço na última terça-feira (18), no Centro Cultural Palácio da Justiça. A mostra é composta por produções dos alunos do Núcleo de Artes Visuais – Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro – Unidade Parintins, com curadoria do artista plástico Jair Jacqmont. 

As pinturas e instalações da exibição provocam uma experiência estética intrigante, pois, oferecem uma reflexão sobre o abstracionismo moderno em torno de conceitos propostos por grandes nomes da história da arte, como os russos Wassily Kandinsky e Kazimir Malevitch, o holandês Piet Mondrian, além dos brasileiros Ligia Clark e Hélio Oiticica. 

Exposições: Geo+metria e Parintins em Cores
Exposições: Geo+metria e Parintins em Cores (Foto: Divulgação)

Para o curador da mostra Jair Jacqmont ‘’A proposta é quebrar paradigmas acerca de indagações sobre o saber e fazer artístico local, categorizando os alunos do Liceu – Unidade Parintins como artistas responsáveis por esta revolução, ao mesmo passo que possibilita a construção de conhecimento e interesse pela produção artística deles”, completa.  

A exposição Geo+metria ficará em cartaz até o mês de setembro no horário de terça a sábado, de 9h às 17h, e domingo de 9h às 14, no Palácio da Justiça. 

Exposições: Geo+metria e Parintins em Cores
Exposições: Geo+metria e Parintins em Cores (Foto: Divulgação)

Parintins em Cores 

A Biblioteca Pública do Amazonas vai receber a partir do dia 27 de junho, a exposição Parintins em Cores, com curadoria Jandr Reis. 

Composta por 29 obras de 14 artistas parintinenses integrantes do coletivo Parintins em Cores e retrata o cotidiano regional do município, assim como suas origens indígenas e ribeirinhas.  

Os artistas que integram a mostra usam diferentes técnicas nos trabalhos que vão de técnicas de aerografia, tinta óleo, arte no corpo humano, com temáticas indígenas, ribeirinhas, arte urbana e lendas amazônicas.  

Exposições: Geo+metria e Parintins em Cores
Exposições: Geo+metria e Parintins em Cores (Foto: Divulgação)

De acordo com Jandr Reis, a proposta se baseia em oportunizar a visibilidade do trabalho desenvolvido por esses artistas. “Propor uma exposição coletiva abre possibilidades tanto para o público, no que diz respeito ao conhecimento artístico, quanto para os autores das obras, que terão a chance de apresentar seus trabalhos”, afirma. 

“Parintins em Cores” ficará aberta para visitação na Biblioteca Pública do Amazonas de segunda a sexta, das 8h às 17h. 

Chama os amigos, vamos prestigiar esses artistas e conferir essas duas exposições chibatas. E ambas são gratuitas. Vale a pena conferir! 

Leia mais: Intervenção fotográfica traz reflexão sobre beleza e diversidade  
 Por: Thayene Freitas 

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.