Quando o filme dos heróis da DC Comics passou por refilmagens — após Joss Whedon assumir a finalização do filme —, o intérprete do Superman já tinha deixado crescer um bigode e estava gravando Missão Impossível – Efeito Fallout. Diante do conflito de agenda das duas produções, a Paramount não permitiu que Cavill raspasse os pêlos faciais e recusou a oferta da Warner Bros. de inserir um bigode digital ao rosto do ator em MI6. Assim, a equipe de Liga da Justiça precisou remover digitalmente o bigode na pós-produção. Só que o resultado final foi muito criticado pelos fãs, especialmente porque, em determinada cena, o lábio superior de Cavill surgiu deformado.

Se a Warner não conseguiu fazer acontecer com um orçamento de 300 milhões de dólares, de repente não era possível, certo? Errado. Aparentemente, a DC simplesmente não contratou a tecnologia certa de remoção de bigode.

O usuário do YouTube Deep Fakes resolveu testar essa teoria, usando um computador comum de 500 dólares, e treinando uma inteligência artificial para remover o bigode de Henry Cavill em qualquer vídeo. Para fazer acontecer, a IA recebeu acesso a milhares de fotos de Cavill, todas encontradas online. A partir daí, pôde extrapolar como o rosto do ator pareceria se não tivesse um bigodão vilanesco.

Fonte: Adoro Cinema

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here