Fotos: Alex Pazuello/Semcom

Com objetivo de prestar um atendimento mais qualificado aos autistas residentes em Manaus, a Prefeitura de Manaus vai oferecer, no período de 17 a 21 de setembro, o primeiro módulo do curso de capacitação destinado a servidores públicos e instituições civis voltadas ao movimento autista na capital do Estado.

Com 50 vagas e uma carga horária de 120 horas, a atividade, coordenada a Secretaria de Saúde de Manaus (Semsa), por meio da Gerência da Rede de Atenção Psicossocial, acontecerá na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

As 50 vagas serão divididas entre os profissionais dos Distritos de Saúde Leste, Oeste, Norte e Sul, pertencentes à rede Semsa, além de vagas destinadas para servidores das secretarias municipais de Assistência Social e de Educação. A coordenação da atividade ressalta que a participação será restrita a servidores que tenham relação direta com o atendimento e tratamento de pessoas com TEA. Serão abertas 10 vagas para instituições civis relacionadas ao movimento de autistas em Manaus e os módulos finais do curso de capacitação estão previstos para os períodos de 19 a 21 de novembro e 11 a 14 de dezembro de 2018.

“No Amazonas, o Transtorno do Espectro Autista atinge mais de 20 mil pessoas. É fundamental capacitar equipes multidisciplinares em metodologias específicas, como o método D.I.R®/Floortime, utilizado para atendimento às pessoas portadoras do transtorno, nas áreas de saúde e educação, favorecendo a melhora substancial da qualidade do atendimento dessa população”, explica o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

As ministrantes do Workshop possuem formação e experiência prática no atendimento a pessoas com TEA, com reconhecimento nacional em eventos, cursos, palestras e workshops. Patrícia Piacentini é mestre em Educação Especial, especialista em Desenvolvimento Infantil e Terapeuta D.I.R®/Floortime expertise e diretora do Centro de Desenvolvimento Infantil (CDI). Recebeu a formação nesse método junto a seus criadores, Stanley Greenspan e Serena Wieder, sendo, dessa forma, a introdutora do método no Brasil. Renata Alencar Ponte é especialista em Fisioterapia Aplicada a Ortopedia e Traumatologia também é terapeuta D.I.R.®/Floortime Intermediate Provider.

Foco e técnica

O Floortime se baseia no desenvolvimento funcional da criança, suas diferenças individuais e relacionamentos, tendo como objetivo a formação dos alicerces para as competências sociais, emocionais e intelectuais das crianças, ao invés de se focar em comportamentos isolados.

O Floortime é uma das estratégias do D.I.R., e significa “tempo de chão”. É uma técnica em que o terapeuta ou professor segue os interesses emocionais da criança ao mesmo tempo em que a desafia a ir em direção ao maior domínio das capacidades sociais, emocionais e intelectuais. Ou seja, utiliza o que a criança apresenta para construir e expandir, ajudando-a, assim, a interagir e envolver-se com os outros mais efetivamente. Interações por meio da música, movimento, arte, jogos ou até mesmo por meio de conversas geralmente mais espontâneas e improvisadas dentro deste elemento.

Fonte: Correio da Amazônia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here