Foto: Divulgação

Em uma semana, mais 40 casos de sarampo foram confirmados em Manaus, segundo o 22º Boletim Epidemiológico de Monitoramento da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Com isso, a capital já tem 602 pacientes com confirmação da doença. Os casos suspeitos, que estão em investigação aguardando resultado laboratorial, passaram de 3.762 para 4.167.

Desde que o surto da doença teve início em Manaus, no mês de fevereiro, o município notificou 4.978 casos, o que abrange todos os 602 casos confirmados, os 4.167 sob investigação e 209 que foram descartados.

O novo informativo mostra que 46,3% dos casos confirmados estão na faixa etária de até cinco anos, seguido da faixa etária de 15 a 29 anos (31,3%).

Entre todas as notificações, que incluem os casos ainda em investigação, a faixa etária de 15 a 29 anos é a mais atingida, representando 49%, seguida da faixa etária de menores de um ano (15,6%) e de 30 a 49 anos (14,3%).

Varredura

Depois do bairro Jorge Teixeira, o Novo Aleixo recebe agentes de saúde que fazem varredura vacinal. A meta de atingir 27 mil residências, no horário das 15h às 20h, com a oferta de vacina tríplice viral, que imuniza contra sarampo, caxumba e rubéola. A zona Norte de Manaus – onde fica o Novo Aleixo – concentra 37,4% das notificações de sarampo

A Semsa mantém a intensificação da oferta da vacina tríplice viral nas Unidades de Saúde, em ações como as varreduras vacinais com visita de casa em casa e estabelecendo postos de vacinação em locais estratégicos nos bairros de maior incidência de casos da doença.

Campanha

Iniciada no dia 14 de abril, a Campanha Municipal contra o Sarampo, direcionada para crianças de seis meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias, atingiu 106,95% da meta estabelecida. De acordo com o 22º Informativo Epidemiológico, a campanha imunizou 204.897 crianças, quando a meta mínima era imunizar 95% de um total de 191.581 crianças.

Emergência

Manaus está em situação de emergência por conta das ocorrências de sarampo e já registrou a morte de um bebê de sete meses pela doença.

Após o decreto de emergência, no início de julho, a Prefeitura de Manaus anunciou a intensificação da vacinação na capital. Casas, estabelecimentos comerciais e escolas passaram a receber visitas de agentes de saúde.

Entenda o que é sarampo, quais os sintomas, como é o tratamento e quem deve se vacinar (Foto: Infografia: Karina Almeida/G1)Foto: Infografia: Karina Almeida/G1

Vacinas

Segundo a secretaria, a vacina de rotina é aplicada em pessoas de 1 até 49 anos. Mediante o avanço da doença no Amazonas, a faixa etária foi alterada para crianças a partir de 6 meses.

A população pode se dirigir às unidades básicas de saúde para imunização. A listagem com os endereços está disponível no site da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

O Cartão de Vacinação deve ser levado no dia da vacina, principalmente no caso de crianças. Quem não possuir o documento poderá ganhar um novo cartão, com registro da dose aplicada.

As doses que são aplicadas já estavam na capital. Mais vacinas foram solicitadas ao Ministério da Saúde na semana anterior, segundo a Prefeitura.

Quem não pode vacinar?

Gestantes, casos suspeitos de sarampo, crianças menores de seis meses de idade e pessoas imunocomprometidas (com doenças que abalam fortemente o sistema imune).

Fonte: G1 Amazonas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here